Sinésio propõe criação de programa Reabilita Amazonas para tratar sequelas da Covid-19

O deputado estadual Sinésio Campos (PT), aprovou um requerimento na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), solicitando que seja encaminhado indicação ao Governador do Estado do Amazonas, propondo a criação do Programa Reabilita Amazonas, que tem objetivo de qualificar as equipes de atenção primária e fortalecer a assistência integral à saúde aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com sequelas ou limitações provenientes da infecção pelo novo Coronavírus.

A indicação cobra ainda, que se possa criar, instalar e fazer funcionar Centros de Reabilitação de pacientes recuperados de Covid-19 com sequelas ou limitações, tanto na capital quanto nos municípios, que mais necessitam de um atendimento multidisciplinar. Sinésio sugere que o Governo busque a realização de parcerias com municípios, grupos de municípios e a União, bem como com entidades e segmentos da sociedade interessados na implementação dos programas e projetos.

“Além dos graves riscos à vida que o coronavírus apresenta, grande parte dos que foram infectados pelas formas moderadas e graves do Coronavírus, continuam apresentando sequelas físicas e psicológicas, necessitando de um atendimento multidisciplinar, mesmo depois de receber alta hospitalar. Até os pacientes que não apresentaram sintomas graves sofrem com sequelas que devem ser tratadas para que recuperem a qualidade de vida que tinham antes”, relatou o parlamentar.

Segundo o deputado, estudos vêm demonstrando que praticamente mais de 87% dos que contraíram a Covid-19, dizem ter um ou mais sintomas da doença, como cansaço e problemas respiratórios, mesmo meses após estarem curados da doença.

“Segundo estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, com pacientes que se curaram da Covid-19, 39% dos pesquisados disseram não ter retomado às atividades normais 60 dias após a alta hospitalar e cerca de 12% relataram que não conseguiam mais cuidar de si mesmos sozinhos, ou tão bem quanto antes. Um a cada quatro admitiu ficar sem fôlego ao subir pelo menos um lance de escada e um terço continuava apresentando sintomas semelhantes aos da Covid-19, incluindo problemas com paladar ou olfato”, explicou.

O deputado destaca que os Centros Integrados de Reabilitação de Pacientes Recuperados da Covid-19 são fundamentais para ajudar na recuperação dos pacientes que foram acometidos pelo coronavírus, tanto os que se recuperam da Covid sem passar pela Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) quanto os que passaram pela UTI, tendo em vista o tempo da internação e o tipo da lesão adquirida.

“Além de atingir o pulmão, considerado o ponto de partida para a reprodução do vírus no organismo humano, outros órgãos, como coração, intestino, rins, sistema vascular e até mesmo o cérebro, podem ser afetados e são afetados. Por isso, estamos atendendo esse pedido da população e cobrando que funcione Centros de Reabilitação para prestar atendimento especializado de fisioterapia respiratória e motora, clínica médica, pneumologia, fonoaudiologia, reumatologia, psicologia, psiquiatria e assistência social, além de todos os instrumentos, insumos e especialidades necessárias para que a população não fique sem apoio nesse momento crítico de Saúde não só no Amazonas, mas no mundo”, cobrou Sinésio.

Seduc atende reivindicações do deputado Tony Medeiros

Foto: Divulgação

A implantação da Universidade Rural e a reforma de algumas escolas do interior foram pautas da conversa entre o deputado Tony Medeiros (PSD) e o secretário estadual de Educação, Luis Fabian, na sede da Seduc.

De acordo com Tony, dentre as escolas que precisam de reforma está a Escola Otaviano Cardoso, que fica no Distrito de Cametá do Ramos, em Barreirinha (distante 331 km de Manaus em linha reta), um pleito trazido até ele pelos vereadores do município Renilson Marinho (PP) e Vanderlan Cabral (MDB).

“Os pais e os estudantes estão ansiosos para que a Seduc faça as reformas necessárias, afinal a Educação é caminho que deve ser seguido pelos jovens para que possam almejar um futuro melhor”, explicou o deputado. Em resposta, o secretário Luis Fabian garantiu que em até 60 dias os serviços de reforma deverão ser executados.

No caso da Universidade Rural, projeto considerado revolucionário pelo secretário, a Seduc vai disponibilizar toda a estrutura tecnológica do Centro de Mídias para que a Universidade seja implantada o mais rápido possível. “A ideia de utilizar o Centro de Mídias e levar cursos de graduação da UEA para milhares de estudantes do interior é sem dúvida uma revolução, por isso estamos garantindo nossa estrutura e a nossa determinação em ajudar para que esse projeto vire uma realidade”, garantiu o secretário Fabian.

Para o parlamentar a reunião foi bastante proveitosa, já que o secretário atendeu de pronto as demandas. “Saímos daqui da Seduc cheios de esperança. As nossas demandas foram acatadas pelo secretário que colocou toda a infraestrutura tecnológica à disposição do projeto da Universidade Rural. Além disso, as escolas de Barreirinha serão reformadas, por isso fico muito satisfeito com o resultado dessa reunião”, ressaltou.

O projeto, de autoria do deputado Tony Medeiros, prevê que a UEA utilize o mesmo sistema utilizado no projeto de “Ensino Presencial com mediação Tecnológica” para promover cursos de graduação para a população da zona rural em todo o Estado. A proposta segundo o deputado também tem o aval do reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

“Se Deus quiser nossa próxima conquista será a Universidade Rural que vai levar ensino superior a pelo menos 300 mil jovens do interior. O governo vê com bons olhos, a Seduc vê com bons olhos e a própria UEA já vislumbra os cursos que podem ser oferecidos, como produção de alimentos, produção pesqueira e agroecologia”, concluiu.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email