27 de junho de 2022

Sinduscon-AM avalia abalos sísmicos

O evento tem como meta a produção de uma carta de recomendação à sociedade com orientação para que as construtoras se previnam de danos às obras

O Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas) irá reunir, na sede da entidade, 4º andar do prédio da Fieam, na próxima segunda-feira, 10 de dezembro, às 14h30 , diversas instituições para discutir os efeitos dos abalos sísmicos nas estruturas dos prédios de Manaus.

O evento tem como meta a produção de uma carta de recomendação à sociedade com orientação para que as construtoras se previnam de danos às obras a partir da utilização de técnicas orientadas pelos especialistas presentes, assim como sugestões de reforço das edificações antigas para os moradores.

Confirmaram presença a Ufam (Universidade Federal­ do Amazonas), a UEA (Universidade do Estado do Amazonas), a Abeci (Associação Bra­sileira de Engenharia e Con­sultoria Industrial), o Crea-AM (Conse­lho Regional de Engenharia e Arquitetura do Amazonas), o Implurb (Instituto Mu­­­­nicipal Planejamento Urbano) e a Defesa Civil. Representantes desses órgãos tentarão definir até que ponto os abalos sísmicos podem comprometer as edificações já existentes e as que estão em obras.

“Com o bom momento do­ mercado imobiliário, incorporadoras e construtoras estão investindo em novos em­preendimentos cada vez mais altos. Não sabemos quais os­ cuidados que podem ser ado­tados para evitar danos a essas estruturas, até porque o problema parecia longe da nossa realidade”, salientou o presidente do Sinduscon-Am, Joaquim Auzier.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email