Sindicatos definem seis prioridades

Representantes de 20 sindicatos da indústria e de instituições que compõem o Sistema Federação das Indústrias (Fieam, Sesi, Senai e IEL) definiram na última quinta-feira seis temas prioritários para serem apresentados como propostas do Amazonas no II Enai (Encontro Nacional das Indústrias), promovido pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) nos dias 22 e 23 de outubro em Brasília.
O evento é um encontro de integração do sistema indústria que vai reunir cerca de 1,2 mil sindicatos industriais, de federações e associações nacionais de indústrias para debatem o fortalecimento do associativismo e as medidas necessárias para o Brasil vencer os obstáculos ao crescimento da economia brasileira objetivando tirar proposta única para o setor a serem apresentadas ao governo federal.

Indústria luta por energia

Os seis temas prioritários foram definidos mediante pesquisa consolidada pela empresa Action Marketing e Pesquisa de Mercado com os 27 sindicatos afiliados a Fieam. No item infra-estrutura, a proposta é de mais investimentos em energia, saneamento, transporte e telecomunicações.
No quesito licenciamento e compensação ambiental, o documento cobra política nacional de meio ambiente para que evite o licenciamento de empreendimentos e atividades consideradas potencialmente ou efetivamente poluidoras ou que possa causar degradação ambiental.
A construção de agenda empresarial para impulsionar a implantação da política industrial faz parte da proposta a ser apresenta no item política industrial, tecnologia e de comércio exterior.
Dentro da proposta reforma tributária e previdenciária a proposta do Estado, acordada na reunião, foi de revisão e modernização do marco regulatório, com incentivo à negociação coletiva; a redução dos custos do trabalho formal e despesas de contratação; regulamentação da terceirização; a ampliação de outras formas de contratação; instituição de um Simples Trabalhista.
Micros e pequenas empresas também estão inseridas cobrando melhorias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email