Shoppings e policiais estreitam relações para oferecer melhor segurança

O estreitamento de relações entre as equipes de segurança dos shoppings de Manaus e a maior interação dessas equipes com os órgãos de polícia da cidade foram os principais pontos acertados entre os participantes do primeiro Encontro de Gestores de Segurança de Shopping de Manaus, realizado no último dia 8, no Amazonas Shopping.
Com a presença de representantes de diversos órgãos de polícia da capital, a reunião serviu, principalmente, para que os gestores de segurança desses empreendimentos com grande circulação de pessoas externassem suas dificuldades e preocupações em relação às possibilidades de atuação do seu pessoal nos diversos tipos de ocorrências registradas rotineiramente nesses estabelecimentos.
“Como não temos poder de polícia, ficamos muito limitados em relação a nossa atuação em determinadas ocasiões, daí a importância desse estreitamento de parcerias entre as equipes e os órgãos de segurança pública”, comentou o chefe de segurança do Studio 5, Luis Coelho.
O coordenador de prevenção e perdas do Amazonas Shopping, Andresson Bastos, salientou a necessidade do uso do serviço de inteligência e da troca de informações entre as equipes e a polícia, visto que, na maioria das vezes, os bandidos que atuam num shopping são os mesmos que atuam em outro. “Nesse contexto, a troca de informações antecipadas vai facilitar muito nossa atuação, especialmente na prevenção de situações mais complicadas”.
Já o gerente de segurança do Millennium Shopping, Carlos Alberto dos Santos, listou alguns dos principais delitos registrados nos shoppings centers de maneira geral, e lembrou a importância das equipes de segurança repassarem aos lojistas desses empreendimentos orientações sobre como agir e como orientar seus funcionários caso vivenciem situações semelhantes. “Em nossos próximos encontros, é importante penarmos numa forma repassar ao lojista o ‘modus operandis’ de algumas dessas quadrilhas e orientá-los para que saibam como nos ajudar na prevenção e, ou, resolução desses casos, em conjunto com as autoridades policiais”.
Também estiveram presentes ao encontro os gestores de segurança do Uai Shopping, Marcos Mota e Célio Rocha, e do Manaus Plaza Shopping, Jaime Xavier. Todos foram unânimes em destacar a importância do evento da necessidade de continuidade da ação, que deverá ser rotineira a partir de agora.

Casos mais frequentes

Na lista de delitos apresentados pelos gestores de segurança, estão entre os casos mais frequentes o chamado ‘golpe da baluda’ – que pode ocorrer de diferentes formas, assaltos a mão armada, pequenos furtos em lojas e arrombamentos de veículos em estacionamentos. “Nosso foco não é reprimir, porque esse é o trabalho da polícia, mas no intuito de prevenir e impedir que esses casos se concretizem, por isso, precisamos estar unidos e antenados”, disse Andreson Bastos.
Estiveram no Amazonas Shopping o capitão Charles Seixas, comandante da 16ª Cicom, investigadores e o titular da Delegacia Especializada de roubos e Furtos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email