Setor movimenta R$ 6,2 bilhões

Oportunidade de incrementar renda, mercado antes dominado pelas mulheres se abre ao público masculino

O fim do ano promete ser uma excelente oportunidade para incrementar a renda familiar. Entre as mais procuradas está a venda direta, que somente no primeiro trimestre do ano movimentou cerca de R$ 6,2 bilhões, um crescimento de 7,9% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas). Um setor predominado pelas mulheres, agora também tem sido também uma aposta do público masculino.
Como no caso de João Paulo Vieira, consultor da Natura há mais de um ano, que confirma que o Natal é a melhor época para as vendas e diz que a vantagem é que outros homens que têm interesse em conhecer os produtos, se sentem menos intimidados. “No início, as clientes ficavam um pouco surpresas por não ser uma mulher. Mas, com o tempo, elas se acostumaram por perceber que o meu trabalho não deixava nada a desejar. Hoje, tenho clientes fiéis que até me indicam para as amigas. Sem falar dos clientes homens que se sentem mais confortáveis em comprar produtos de beleza com um homem”, diz.
O consultor, que também trabalha como analista de qualidade, é casado e tem dois filhos. Ele conta que começou a trabalhar com os produtos sem pretensão de se consolidar no negócio, mas a empreitada deu tão certo que ele não parou mais. “Comecei a vender para ver no que ia dar e, hoje, já é uma renda extra para ajudar nos gastos com a família. Ser um homem neste negócio nunca me atrapalhou”, conta Vieira.
Outro que encara o setor como uma ótima chance para os negócios é o funcionário público, Amauri Oliveira, que junto com a sua esposa há cerca de cinco anos trabalham com vendas de produtos por catálogo e importados. “Minha esposa já era sacoleira, ia três vezes por ano para Miami e São Paulo comprar bolsas e perfumes, percebemos que trabalhar com isso é bem lucrativo, porque as pessoas gostam de produtos que não tem aqui em Manaus”, afirma.
Ele revela que no Natal e Dia das Mães são as datas que as vendas chegam a triplicar. “Sempre alguém compra alguma coisa para presentear a mãe, esposa ou pai”, comenta o consultor de vários catálogos nacionais, que aponta que realmente os clientes masculinos possuem maior facilidade de comprar quando lida com outro homem. “Eles se sentem mais a vontade até para pedir a indicação de algum produto”, diz acreditar. Flexibilidade, autonomia e possibilidades de ganhos sem limite, são características deste mercado que atraem pessoas de todas as áreas, sem exigência de escolaridade, limite de idade e sexo. Para Jorge Rosolino, diretor da Unidade Regional da Natura, a venda direta é um modelo que nos permite levar aos consumidores não somente nossos produtos, mas também nossa razão de ser. “Nossos consultores e consultoras buscam por uma oportunidade de crescimento, seja para ter uma renda própria, ou ajudar no orçamento de casa.
A Natura oferece todo o suporte para que iniciem a atividade. Além das facilidades comerciais, contribuímos para o desenvolvimento pessoal e profissional, treinando nossos consultores e expandindo sua consciência sobre o mundo”, afirma.

Crescimento a todo vapor

Dados divulgados pela ABEVD comprovam que o setor fechou 2011 com 5,4% acima do ano anterior e com crescimento equivalente ao dobro do PIB brasileiro, atingindo um faturamento de R$ 27,2 bilhões de reais. O desempenho pode ser medido pelo grande número de revendedores no mundo, onde 91,5 milhões de pessoas trabalham com a venda porta a porta. A América do Sul detém 18% do mercado global do setor e o Brasil é hoje o 5° mercado mundial em vendas diretas.
Uma das empresas que tem se destacado é a Natura. A fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza alcançou, no segundo trimestre de 2012, a receita líquida consolidada de R$ 1.608,3 milhões, com crescimento de 15,4% em relação ao mesmo período de 2011. O EBITDA (sigla traduzida para “Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização”,) foi de R$ 391,6 milhões, representando um avanço de 19,7%, com margem de 23,5% e o lucro liquido de R$ 215,1 milhões, com margem líquida de 13,4%.
Também neste ano, o número de consultoras da empresa atingiu 1,506 milhão, com crescimento de 16,2% em relação ao 2T11, o que reflete a força da marca. No Brasil, a ampliação foi de 13,6% sobre o mesmo período do ano anterior, somando 1,226 milhão consultoras, ao passo que nas operações internacionais o crescimento chega a 28,8%, totalizando 280 mil consultoras.
E a Jequiti também tem investido pesado no setor, aproveitando o o aumento do poder aquisitivo das classes sociais brasileiras, principalmente com a ascensão da classe C que procura produtos de qualidade com preços competitivos no mercado. Para acompanhar o novo cenário de consumo no país, oferecendo produtos importados com custo acessível, a empresa decidiu apostar no mercado de luxo. “Nosso objetivo é agregar ainda mais valor para nossa marca, provando que, nem sempre, existe a necessidade de se pagar caro por um produto de alta qualidade”, afirma Lásaro do Carmo Jr., presidente da Jequiti.
Para 2013, o foco de negócios da companhia será a democratização do luxo para todos os seus clientes. ”Com essa estratégia, facilitaremos o acesso a produtos de primeira linha que nossos consumidores sempre desejaram ter”, completa o executivo.
A empresa já assinou uma série de contratos exclusivos de perfumaria com celebridades internacionais, como Madonna, com o aclamado Truth or Dare.
A expectativa é que as vendas de fragrâncias desse gênero sejam um sucesso graças à quantidade de fãs e admiradores desses artistas no Brasil. Além da exuberante colônia da Madonna, neste ano a empresa também lançou uma fragrância assinada pela cantora Christina Aguilera.
No próximo ano, a Jequiti garante trazer mais novidades do mercado de luxo para o país, especialmente na linha de perfumaria com novos contratos, e se prepara para assumir uma nova posição no mercado em que atua.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email