O deficit comercial da indústria gráfica brasileira alcançou US$ 269,5 milhões em 2013, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (22), pela Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica). O montante representa uma expansão de 13% em relação ao deficit de 2012 e é o sétimo resultado negativo consecutivo do setor. Nesse período, a pior marca foi alcançada em 2011 (US$ 294,5 milhões). O último foi de US$ 64,4 milhões, em 2006.
A balança comercial da indústria brasileira registrou importação de US$ 548,6 milhões em produtos gráficos e US$ 279,1 milhões em exportações em 2013. As compras externas cresceram 2% em relação ao ano anterior, em contraste a uma queda de 6% das vendas internacionais.
Segundo a Abigraf, o principal destaque na ponta importadora foi registrado no segmento de itens editoriais, como livros e revistas, com US$ 185,9 milhões ou 34% das importações. Em volume, foram importadas 28 mil toneladas, ou 28% do total de 101,5 mil toneladas movimentadas.
Entre as exportações, destaque para o segmento de embalagens, com venda total de US$ 108,1 milhões, ou 38,7% da receita com transações internacionais. Esse segmento movimentou 66,9 mil toneladas, ou 75,7%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email