Setor gerou R$ 131,6 bilhões em 2005, alta de 16,4%, aponta IBGE

As atividades características de turismo geraram um valor adicionado de R$ 131,6 bilhões de bens e serviços consumidos na economia do país em 2005, 16,4% acima do constatado no ano anterior, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O valor adicionado é o que a atividade agrega aos bens e serviços consumidos no seu processo produtivo.
Esse valor contribuiu com 7,15% no total da economia, e 11% do total do setor de serviços. Essas atividades foram responsáveis por R$ 134,9 bilhões de bens e serviços consumidos na economia do país em 2005. Desse total, a indústria respondeu por 69,4% desse consumo, seguido pelos setores de serviços (29,6%) e agropecuário (1,22%).
Ao mesmo tempo, foram criadas, nessas atividades, 8,1 milhões de postos de trabalho, o que corresponde a 15,1% do total que o setor de serviços criou naquele ano.
Os dados fazem parte do estudo “Economia do Turismo: Uma Perspectiva Macroeconômica 2000-2005’’, feita pelo IBGE em parceria com o Ministério do Turismo e a Embratur.
Entre as atividades pesquisadas, estão os serviços de transportes rodoviário, ferroviário, aéreo e aquaviário, serviços de hotéis, atividades recreativas, culturais e desportivas, entre outros. A pesquisa, no entanto, não discrimina exatamente o que o turismo gerou dentro dessas atividades. A participação do setor industrial ocorre, por exemplo, no consumo intermediário do setor aéreo. O refino de petróleo foi responsável por R$ 6,9 bilhões desse consumo. Entre os serviços, as atividades auxiliares dos transportes contribuíram com R$ 1,9 bilhão.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email