Setor da construção cresceu mais de 20% nos últimos dois anos

A indústria da construção registrou em 2008 crescimento acima de 20% em todos os produtos e serviços, segundo pesquisa anual do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada esta semana.
Em relação a 2007, obras de infraestrutura cresceram 27,1%, edificações industriais, comerciais e outras edificações não-residenciais, 28,8% e o grupo serviços especializados para construção, 21,1%.
O valor do segmento de edificações residenciais avançou 20,7%, principalmente por causa do aumento observado em edifícios residenciais (21,2%).
Em 2008, o valor das incorporações, obras e serviços foi de R$ 159,0 bilhões, o que representa um aumento de 22,3% em termos nominais e 12,3% em termos reais em relação a 2007.
A receita líquida das empresas foi de R$ 149,6 bilhões, um crescimento nominal de 19,8% em relação ao valor de 2007, R$ 124,9 bilhões.
As empresas realizaram obras e serviços no valor de R$ 154,1 bilhões, dos quais R$ 67,6 bilhões foram construções para entidades públicas, que representaram 43,9% do total das construções, participação maior do que a observada em 2007 (40,3%).
As 56,6 mil empresas ativas do setor da construção ocuparam aproximadamente 1,8 milhão de pessoas em 2008, em 2007, cerca de 52 mil empresas ocuparam aproximadamente 1,6 milhão de pessoas, houve um crescimento.
O gasto total com o pessoal foi R$ 38,2 bilhões, dos quais R$ 25,5 bilhões foram em salários, retiradas e outras remunerações, o que significou uma média mensal de 2,6 salários mínimos, já em 2007, o gasto total com o pessoal foi 29,3 bilhões, deste valor, 19,6 bilhões foram em salários, retiradas e outras remunerações.
O setor de construção é um dos termômetros para a economia do Brasil, já que influencia, tanto no desempenho do mercado nacional, quanto nos gastos do governo brasileiro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email