25 de junho de 2022

Senar oferece cursos para potencializar o agronegócio no Amazonas

O Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) é uma entidade vinculada à CNA (Confederação Nacional de Agricultura), cujo objetivo é organizar, administrar e executar, em todo território nacional, a Formação Profissional Rural e a Promoção Social de jovens e adultos que exerçam atividades no meio rural através de seu portal de Educação a Distância. Com cursos on-line, o Senar amplia o acesso ao conhecimento e abre oportunidades para o aumento da produtividade, da renda e da qualidade de vida dos brasileiros do campo. O aluno matriculado em qualquer curso tem acesso a cartilhas, videoaulas, redes de conhecimento e muitos outros recursos que facilitam o aprendizado.

Em entrevista ao Jornal do Commercio, a pedagoga com especialização em Gestão Educacional, Jeyn’s Martins Alves, superintendente do Senar – Administração Regional – Amazonas (Senar-AR/AM), detalhou como tem sido a atuação do Serviço, no Amazonas, em 28 anos de existência no Estado.

Jornal do Commercio: Nesses 28 anos de existência, no Amazonas, o Senar tem conseguido atingir suas metas?

Jeyn’s Martins: O Senar foi criado para atender o público rural e oferta, de forma gratuita, ações de Formação Profissional Rural, Atividades de Promoção Social, Ensino Técnico de Nível Médio, na modalidade semipresencial, e possui um modelo inovador de Assistência Técnica e Gerencial. Nos últimos anos a entidade, de forma geral, assim como em suas regionais, entre elas, a regional do Amazonas, vêm ampliando significativamente o seu leque de ofertas educativas e tem concentrado esforços na busca de novas alternativas e ferramentas, bem como parcerias para ampliar ainda mais o atendimento das necessidades de produção assistida, formação e qualificação no campo. Neste contexto, vêm atingindo e superando as metas estabelecidas.

Jeyn’s Martins Alves

JC: Quais as localidades mais distantes atingidas pelo Senar e como é que seus serviços chegam a esses rincões?

JM: Atualmente as localidades mais distantes em que o Senar/Am vem atuando são: Boca do Acre, Tapauá, Envira, Humaitá e Manicoré. Para que possamos realizar nossos serviços contamos com o apoio dos sindicatos rurais, que atuam como nossas Unidades Mobilizadoras, localizados em 14 municípios, e também através de outros parceiros.

JC: Basicamente quantos e quais cursos são oferecidos pelo Senar ao homem do campo?

JM: Os cursos ofertados são divididos em diversas áreas de atuação. Os principais são:

Formação Profissional Rural: Fruticultura básica; Cultivo da mandioca; Beneficiamento da mandioca; Manutenção e operação de máquinas agrícolas; Bovinocultura de corte: Melhoramento genético animal; Bovinocultura de leite: Ordenha mecânica; Administração rural, entre outros.

Promoção Social: Alimentação alternativa; Prevenção de acidentes e melhoria da qualidade de vida no meio rural; Educação ambiental e sustentabilidade; Higiene, manipulação e conservação de alimentos; Prevenção de acidentes com defensivos agrícolas.

Programas Especiais: Negócio certo rural; e Inclusão digital.

Assistência Técnica e Gerencial: 29 turmas totalizando 786 produtores em atendimento. Cadeias atendidas: bovinocultura de leite e corte, piscicultura, agroindústria, fruticultura, olericultura e grãos.

JC: E esse homem do campo tem dado retorno, tem feito os cursos, têm utilizado o que aprende?

JM: Ao final das ações é disponibilizado o formulário de avaliação da ação pelo participante e também temos manifestações espontâneas, assim como retornos dos nossos técnicos de campo que atuam na assistência técnica e gerencial e identificam os casos de sucesso, nos encaminhando as informações. De acordo com essas ferramentas e apoio dos técnicos, temos verificado um retorno positivo de nossas ações e um interesse cada vez maior de nosso público-alvo em participar das atividades que ofertamos.

JC: Quantos agricultores, no Amazonas, o Senar/AM têm cadastrados e quantos têm se beneficiado com seus serviços?

JM: Para este ano temos como metas atender: Formação Profissional Rural: 820 participantes; Promoção Social: 420 participantes; Programa Especial: 460 participantes; ATeG : 1.326 participantes. Outras ações: educação formal, aprendizagem rural, oficinas, dia de campo, saúde preventiva e visita técnica: 1.168 participantes. Total: 4.194 participantes.

JC: O que falta para que todo agricultor amazonense saiba da existência do Senar?

JM: O Senar/Am completou 28 anos de existência em nosso Estado no dia 04 de abril e nesse período vem desempenhando sua missão de levar educação formal, promoção social e mais recentemente, assistência técnica e gerencial às pessoas do meio rural. Nossas ações são divulgadas frequentemente através dos nossos canais de comunicação, que se ampliam a cada ano com o objetivo de estreitar as relações com nosso público. Também participamos de eventos e feiras e contamos com parcerias na capital e no interior para que o nosso conteúdo e serviços cheguem a quem precisa. Trabalhamos constantemente pelo aprimoramento dos nossos serviços de comunicação com o objetivo de tornar nossa mensagem cada vez mais acessível.

Para conhecer o trabalho do Senar

Site: www.sistemafaeasenar.org.br

Instagram: @sistemafaeasenar

Facebook: www.facebook.com/sistemafaeasenar

YouTube: Sistema Faea Senar

Whatsapp: 9 8442-2380

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email