SENAI/AM concorre com projetos a prêmio de empreendedorismo

Um sensor para detecção de adulteração de combustíveis, uma prótese ortopédica e um identificador óptico de pureza de óleos naturais estão entre nove projetos inovadores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/Amazonas) que foram selecionados entre 150 para concorrer ao Sinapse Inovação, da Fundação Certi-Fapeam, com o objetivo de estimular o empreendedorismo no meio acadêmico.
De acordo com o diretor do Instituto SENAI de Inovação (ISI), professor José Roberto Casarini, o SENAI Amazonas apresentou 104 ideias das 1.188 recebidas inicialmente. A instituição qualificou nove projetos para a segunda fase, das quais a maioria foi desenvolvida no Grand Prix Amazonas. Entre os selecionados também há bolsistas do SENAI/IEL que trabalham com ISI Microeletrônica. O Grand Prix é uma competição realizada em 48 horas, que este ano ocorreu nos dias 8 e 9 de abril.
Casarini também destacou o programa Inova Talentos do IEL, que promove treinamento via web para os bolsistas para se tornarem empreendedores, na qual o SENAI/AM trabalha o aspecto da inovação e aderência, a mais recente tendência tecnológica em microeletrônica. Dessa forma, uma ideia sai do papel para ser avaliada por especialistas e empreendedores experientes, explica o professor.
No próximo dia 20 de agosto se encerra o prazo de exames de avaliação dos trabalhos da primeira fase. Na segunda fase do Sinapse serão selecionadas 80 ideias aprimoradas dentro do conceito de empresa, cujo resultado será divulgado em 25 de setembro.
Na fase final, no dia 19 de novembro, serão conhecidas as 40 ideias vencedoras, que vão receber R$ 40 mil cada. Elas serão treinadas para serem incubadas e virarem empresas, com a possibilidade de receberem aportes de investidores voltados para startups, as novas organizações com projetos diferenciados e inovadores.
Entre os nove projetos do SENAI Amazonas foram selecionados um dispositivo opticoeletrônico para identificação do amadurecimento de frutos por padrão de cores, além de uma embalagem inteligente para monitoramento e controle de produtos perecíveis. Outros destacados foram um retrosensor, um bigdata de informações veiculares, o ‘walking on the water’ e o quadrinho ‘Guardiões’.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email