Senac Amazonas prepara curso de cabeamento estruturado para 2010

Percebendo a demanda das empresas de Manaus por profissionais capacitados no trabalho de cabeamento estruturado – redes de computadores com cabos que transmitem voz, dados e imagens ao mesmo tempo –, o Senac/AM (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) já está treinando professores para abrir uma turma no primeiro quadrimestre de 2010. “Já temos vários cursos em TI, mas ainda não de cabeamento estruturado, que tem tanta demanda nas mais variadas empresas de diversos portes. Por isso buscamos parceiros tecnológicos para viabilizar o novo curso nas três unidades de Manaus e, em um segundo momento, também em Manacapuru, Tefé, Parintins, Itacoatiara e Coari”, afirmou o gerente do centro de informática do Senac/AM, Nailson Andrade de Souza.
O público-alvo do curso, que terá um total de 40 horas, é formado por técnicos e estudantes da área de TI, engenheiros, arquitetos, projetistas e empresários, além de jovens formados no ensino médio com interesse em informática que busquem o primeiro emprego nesse mercado. Os principais tópicos do treinamento serão a instalação dos cabos de acordo com as normas vigentes no segmento; funcionamento dos equipamentos de testes metálicos e óticos; apresentação detalhada de toda a linha de produtos e tecnologia empregada.
“O curso vai ser acessível, pois quem mora no interior não vai precisar vir às unidades do Senac na capital e o valor do investimento será abaixo da média”, destacou Souza, que calcula que a procura deve ser grande, pois mais de 6.000 alunos se formam nos treinamentos da instituição todo ano na área de TI, sendo mais de mil apenas na área de redes.
Para concretizar a proposta do curso de cabeamento estruturado, o Senac/AM fez uma parceria com a Multcom, distribuidor da PLP Brasil em Manaus. “Vamos ceder equipamentos de fusão e certificação para as aulas e também contatamos a PLP para promover o treinamento dos professores, que está encerrando hoje. Quando fomos procurados, pensamos ser um bom momento para o curso, pois com a copa do mundo muitas empresas vão precisar se adequar a esse tipo de cabeamento e a cidade vai precisar de mais profissionais adequados”, disse o diretor de negócios da Multcom, Peterson Sedlacek.
A PLP Brasil atua na fabricação de cerca de 800 produtos da linha de cabeamento estruturado para os mercados corporativo e residencial. “Em Manaus, nossos produtos são utilizados com 25 anos de garantia nos sistemas de empresas do distrito industrial, secretarias municipais e até mesmo na universidade federal. E estamos na cidade há apenas 5 anos”, concluiu o coordenador de datacom da PLP Brasil, Fábio Rosseto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email