Sem Troller T4, Great Wall Tank Ranger pode ser opção?

Ao passo que a Ford jogou a pá de cal sobre a cova que cavou para a Troller, a Great Wall confirmou quase em simultâneo sua entrada no Brasil e com pensamento maior que o da marca americana, fazer 100.000 carros por ano aqui.

Com o mundo do off road triste pela perda de seu expoente 4×4, ainda mais por encerrar a única marca de carros brasileira em muitos anos, qual será o “sucessor” nacional do Troller T4?

A resposta ainda não está disponível, mas players existem e um deles pode fazer sucesso por aqui, aliás, até mais que o jipe cearense, afinal, a produção não seria assim tão limitada quanto do modelo que se despede.

Como já falamos, a Great Wall tem pelo menos um time completo de utilitários prontos para entrar em campo, mas sabemos também que não há espaço para todos. Contudo, o Tank 300 é uma opção interessante da marca Tank.

Dele, a novidade é a versão “Ranger” (qualquer semelhança é mera coincidência…), que iniciou sua produção em Chongqing, China. O Tank Ranger é uma versão “reforçada” do utilitário 4×4 da Great Wall e parece muito bom para o fora de estrada.

Customizado pelas empresas Yunliang e Koman, o Tank (300) Ranger vem com suspensão dotada de amortecedores ajustáveis com nove estágios de atuação, para garantir estabilidade e conforto nos mais diferentes terrenos e condições.

Jeep Commander terá pré-venda iniciada na próxima quinta 26

Jeep fará o lançamento mundial do Commander – Foto: Divulgação

No dia 26 de agosto, a Jeep fará o lançamento mundial do Commander, seu mais novo modelo de sete lugares, que se junta aos irmãos Grand Commander, Grand Cherokee L, Wagoneer e Grand Wagonner.

Serão 500 unidades no lote de pré-venda e as reservas poderão ser feitas através do site https://commander.jeep.com.br/, mediante um sinal de R$ 5.000,00. Os pedidos poderão ser feitos ainda em qualquer um dos 200 concessionários da Jeep.

Caso tenha feito a reserva através do site, o cliente deverá ir até um revendedor da Jeep para finalizar o pedido. Se desistir da compra, o mesmo terá o valor do sinal retornado.

Como vantagem para atrair esses primeiros compradores do Commander, a Jeep irá oferecer gratuitamente um welcome kit composto por uma mala de viagem em couro com a logomarca com o nome do modelo e um kit Trousseau (necessaire com produtos de higiene da marca).

Além disso, todos que comprarem até o final da pré-venda, dia 7 de outubro, terão três primeiras revisões grátis, embora não seja difícil acreditar que em horas ou no dia seguinte, o lote já estará esgotado…

Para quem fizer a aquisição como pessoa física, no varejo, a Jeep pagará o valor da tabela Fipe nos modelos Renegade ou Compass usados.

Fusca pode renascer com versão elétrica, mas não pelas mãos da Volkswagen

Polêmico protótipo promete chegar no mundo todo – Foto: Divulgação

As empresas chinesas gostam de fazer releituras de produtos lançados no ocidente e isso tem feito muito sucesso, principalmente quando pensamos em eletrônicos. O setor automotivo parece querer seguir essa tendência e uma das montadoras mais famosas do país asiático, a Great Wall, gerou uma certa polêmica ao revelar um protótipo de carro elétrico que se parece muito com o Fusca, clássico compacto da Volkswagen que dominou o mercado por décadas.

Chamado de Ballet Cat, o automóvel será mostrado com mais detalhes no Salão do Automóvel de Chengdu, que acontece no próximo dia 29 de agosto. Ao observar as imagens, percebe-se que ele traz linhas muito parecidas com o Fusca, isso sem contar a parte interna, equipada com volante e acabamento semelhantes ao modelo alemão. O diferencial, além de todo o pacote de equipamentos, que deve ser robusto, é a motorização elétrica, já confirmada pela Great Wall.

Se chegar ao mercado, porém, o “Fusca elétrico” chinês deve enfrentar problemas de ordem jurídica. Isso porque a Volkswagen já considera investigar se há plágio no desenvolvimento do projeto desde a aparição de um outro clone de Fusca, o Punk Cat, revelado pela Great Wall em abril no Salão do Automóvel de Xangai, e que tem aparência mais semelhante ao Fusca moderno, que teve sua produção encerrada em 2019, na Alemanha.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email