Sem aval da Suframa, dificilmente projetos aprovados hoje no Codam serão implementados

Quinze projetos industriais, com previsão de investimentos que supera R$ 343,5 milhões e projeção de abertura de 454 novos postos de trabalho, correm o risco de não serem efetivados, mesmo após aprovados na 257ª reunião do Codam (Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas), que acontece amanhã (3) no auditório da Seplan-CTI (Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação)
Quem faz o alerta é o presidente do Cieam (Centro das Indústrias do Estado do Amazonas), Wilson Périco. Ele acredita que o cancelamento da segunda reunião do CAS (Conselho de Administração da Suframa) em 2015, que seria realizada ontem (1º), poderá comprometer os investimentos submetidos também no Codam, já os conselhos avaliam incentivos distintos.
“O Codam aprova os incentivos estaduais, mas ninguém vai investir no PIM se não tiver a aprovação da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), já que os maiores incentivos são os federais oferecidos pelo modelo Zona Franca, por meio do decreto 288. O CAS era para acontecer a cada dois meses, com pelo menos seis reuniões por ano. Este ano nós tivemos apenas uma e isso vem sendo protelado, adiado”, lamentou. Além do cancelamento da reunião do CAS, Périco também criticou a falta de definição, por parte do governo federal, sobre o nome para assumir a Superintendência da Suframa –comandada interinamente por Gustavo Igrejas desde novembro de 2014 –e a ausência do ministro Armando Monteiro do Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) para comandar as decisões do Conselho. Para ele, a postura adotada mostra que Brasília virou as costas para a ZFM. “Essa questão da superintendência ainda está interina e não se definiu um nome para comandar a Suframa. Além disso, o próprio ministro ainda não veio presidir sequer uma reunião. Ver esse modelo e a autarquia sendo tratados com tanto descaso por parte do governo federal frustra muito os investidores que acreditam muito no potencial deste modelo”, criticou o presidente do Cieam.
Mesmo diante das dificuldades administrativas e econômicas pelas quais o PIM vem passando, Wilson Périco comemora a manutenção do interesse dispensado pelos empresários ao PIM (Polo Industrial de Manaus). “O que temos de projetos sendo apreciados e aprovados é sempre muito positivo, apesar de existir uma grande distância entre a aprovação dos projetos dentro dos dois conselhos (Codam e CAS) e a efetiva ativação destes investimentos. Mesmo assim, vejo com muito bons olhos porque mostra que o nosso modelo é exitoso e continua atraindo o interesse dos investidores”, afirma.

A pauta
A 257ª reunião do Codam irá analisar investimentos estimados e distribuídos em 15 projetos industriais. Na pauta, inclui projetos para a fabricação de produtos diversificados como bateria para celular, componentes de áudio e vídeo e estação para tratamento de água. A previsão é de que 454 vagas sejam criadas no mercado de trabalho com a implementação dos novos empreendimentos.
Na pauta aprovada pelos conselheiros em julho, os destaques foram os projetos da Digitron para a produção de notebook, disco magnético e unidade digital de processamento no valor de R$ 502 milhões. A empresa se compromete a criar 220 empregos. A Cal Comp aprovou projeto para a produção de bens de informática e unidade de processamento de pequeno porte estimado em R$ 35 milhões com 187 vagas no mercado de trabalho. A Motocargo aprovou projeto para a fabricação de triciclos e ciclomotores com recursos de R$ 24 milhões. Essa será a quarta reunião do Conselho realizada este ano, totalizando investimentos de R$ 3 bilhões em 78 projetos e 978 vagas no mercado de trabalho no período de até três anos.

Lucas Câmara
[email protected]

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email