Seguro residencial em Manaus ganha força na pandemia

O mercado de seguro residencial está entre os segmentos que indicam crescimento durante a pandemia. Forçados a ficarem mais tempo em casa devido ao isolamento social, o manauara turbinou o segmento durante o período. É o que confirma um levantamento da HDI Seguros que registrou um crescimento de 106% na procura por Seguro Residencial em Manaus, no ano de 2020, em comparação com o ano anterior.

Conforme o estudo, a pandemia de Covid-19, a alternada necessidade de isolamento e de distanciamento social gerou uma mudança nos hábitos de consumo de todos. Especialmente em relação aos lares, houve um aumento na procura por imóveis maiores e a crescente necessidade de reformas e pequenos reparos para as pessoas se sentirem mais confortáveis em casa.

A tendência na demanda teve alcance em todo país e na região Norte, afirma  o superintendente de Produtos Massificados de Seguros da empresa, Jefferson Silvestrin. “O aumento da procura pelo produto foi de 47% e 57%, respectivamente – também considerando o ano de 2020 em relação a 2019″.

Incentivadas pela crise sanitária, as pessoas resolveram assegurar seus bens, priorizando a necessidade de proteção do patrimônio, considerando que o domicílio de grande parte da população se tornou também o local de trabalho, de estudo, de treinos físicos, etc. “O significado de lar foi atualizado, o que explica o aumento da procura pelo serviço”, considera ele. 

O corretor de seguros, Erico Parente explica de um modo geral que o consumidor não tem interesse em contratar seguros. O que melhorou foi a oferta ao consumidor e como as assistências do seguro residencial melhora o dia-a-dia dos proprietários de imóveis ou dos inquilinos. “Ocorreu também muitos acidentes (incêndios) em que a população se preocupa em perder seu patrimônio. O que motivou a busca pela contratação”. 

Ele afirma que os índices evidenciam o quanto o mercado ganhou fôlego durante a pandemia.. “Inclusive surfamos nessa onda. Realizamos muitas campanhas apontando acidentes que ocorreram na cidade dentro de condomínios, casas residenciais e lojas”.

Na opinião dele, outro fator que interferiu positivamente, foi a transição para o trabalho em home office e que houve a necessidade de montar escritórios dentro das residências e instalar equipamentos para o trabalho remoto e aumentou a preocupação com danos aos equipamentos dentro das residências. “Pode ser uma tendência se o trabalho remoto permanecer e também a preocupação e o cuidado com a manutenção dos imóveis”, acrescenta, revelando que na empresa que ele está à frente, houve um incremento de 20% em no  faturamento neste tipo de contrato. 

De acordo com a FenSeg (Federação de Seguros Gerais) essa procura aumentou 58% nos últimos três anos, maior que a média nacional que acumulou 25% no mesmo período

Por dentro

Entre os benefícios oferecidos, o Seguro Residencial proporciona, além do respaldo de uma seguradora, caso haja algum sinistro na casa, a possibilidade de reduzir custo com serviços emergenciais. “O apoio da seguradora vai além da proteção contra acidentes, roubo e furto. Nesse contexto, o segurado tem a oportunidade de optar por qual cobertura pode ser mais interessante para ele”, afirma Silvestrin.

O Seguro Residencial da HDI oferece ampla cobertura contra incêndio, explosão e queda de aeronaves, além de coberturas adicionais para diversos danos dentro de casa, como danos elétricos, roubo de bens, roubo e furto de bicicleta fora da residência, intempéries climáticas, quebra de vidros, Responsabilidade Civil Familiar, assistência pet, entre outros.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email