Secretários de Turismo debatem a retomada nacional do setor

Organização que reúne líderes estaduais de Turismo, o Fornatur (Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo), realizou ontem (09/12), em Goiânia, o 100º encontro de secretários e dirigentes de todo o País. O evento teve como tema central o plano estratégico para a retomada do turismo no Brasil no ano 2021 e teve participação restrita aos dirigentes de Turismo dos estados e das entidades federais do setor, embora tenha sido liberado o acesso para interessados, através de uma plataforma virtual.

Na Reunião do Fornatur foi concluido um balanço das ações que apresentou os resultados de fatidigo ano de 2020. Participaram a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, que se pronunciou sobre a “Prorrogação do acordo Confaz para redução de ICMS do querosene, e estratégias conjuntas com Estados”; a Confederação Nacional de Municípios (CNM), via responsável técnica pelo Turismo, Marta Feitosa, que falou sobre “A importância da CNM no desenvolvimento do Turismo nos municípios”.

A presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, representou o Amazonas. Na pauta, o balanço deste ano e as estratégias para o ano vindouro. Técnicos do MTur esclareceram as ações e projetos do Governo Federal. O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, teve participação virtual.

Roteiros turísticos incentivam o acesso de pessoas com deficiência

No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência comerorado 03.12, os ministérios do Turismo (MTur) e da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) estabeleceram uma parceria para promover o acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida aos principais destinos turísticos do país. O acordo de cooperação entre as pastas foi assinado e prevê uma série de ações para garantir que o turismo seja acessível para todos.

O objetivo é a inclusão social, uma vez que permite que pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida tenham segurança e autonomia para acessar atrativos, serviços e empreendimentos turísticos. O IBGE divulgou que cerca de 46 milhões de pessoas no Brasil têm pelo menos um tipo de deficiência, seja visual, auditiva, motora ou mental/intelectual, este número representa 24% da população.

Um Grupo de Trabalho, com integrantes dos dois ministérios, está elaborando um plano de ação que prevê iniciativas próprias e apoio institucional para promover a acessibilidade urbana e a adaptação de atividades turísticas, no âmbito do Programa Turismo Acessível.

A acessibilidade no setor irá facilitar a vida de muita gente, e aquecer o potencial de negócios nestes locais. Entre as ações previstas está o mapeamento da acessibilidade no turismo e infraestrutura turística dos principais destinos brasileiros, além de atividades de sensibilização e disseminação de orientações sobre a acessibilidade nos mais diversos setores da atividade turística.

Acessibilidade 

Para garantir destinos mais acessíveis, o MTur já desenvolve uma série de ações que integram o programa Turismo Acessível, que promove a inclusão social no âmbito do Ministério do Turismo, Embratur e instituições parceiras e, para orientar empreendimentos, dispõe de uma Cartilha, um guia, com dicas para ‘atender bem turistas com deficiência e mobilidade reduzida’.

O imponnete Teatro Amazonas que encanta aos turistas

Análise do Turismo Amazonense

Para mapear o mercado turístico, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) disponibiliza a partir do dia 11 de dezembro aos empresários do setor,  o questionário da 3ª sondagem da Pesquisa Ambiente de Negócios do Turismo. O objetivo da empresa é construir uma série histórica com as informações, aplicando três questionários modelo, por ano. As informações serão úteis para a criação de um manual para investidores.

Podem participar representantes de agências de viagens, meios de hospedagens e demais empresários do ramo através do site: www.amazonastur.am.gov.br. O link de acesso às perguntas será enviado por e-mail e compartilhado pelos técnicos da Amazonastur via WhatsApp e mídias sociais do órgão, o prazo para responder é até o dia 22 de dezembro.

Segundo o assessor de Planejamento Estratégico da Amazonastur, Daniel Bernardes, o levantamento vai apurar as características em relação ao perfil das empresas, como os representantes percebem o mercado local, a inovação no negócio e como o trade atua em relação à aprendizagem.

A previsão é que os resultados sejam apresentados no primeiro trimestre de 2021.  Os dados servirão de base para a construção do Manual do Investidor, conforme ressalta a assistente técnica de Negócios da Amazonastur, Emmanuelle Pampolha. “Esse documento servirá como orientação para quem tiver interesse em investir no Amazonas, uma vez que terá em mãos um cenário do ambiente de negócios do turismo no estado”, explicou.

Através dos resultados das duas pesquisas de 2020 (fevereiro e julho) a Amazonastur identificou que uma das urgências do setor era o acesso às linhas de financiamento. A empresa então produziu uma cartilha com informações sobre as principais linhas de financiamento emergenciais federal e estadual – através da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

Foi o resultado desse levantamento que Amazonastur percebeu que entre os empresários do setor, em fevereiro, 84,61% previam aumento do faturamento em 2020. Passados seis meses, após o pico da pandemia do covid19, 46,32% mantêm perpectiva de crescimento no faturamento neste segundo semestre.

Aéreas brasileiras de volta à Europa e EUA

A data programada para a retomada das operações para o MCO e também para o aeroporto de Fort Lauderdale, ambos na Flórida, foi projetada pela diretora de Marketing, Victoria Jaramillo, para o Aeroporto de Guarulhos (GRU) com a Latam no dia 1º de fevereiro de 2021, e a volta para Brasília (BSB) e Manaus (MAO) com a Gol no dia 27 de março. No Fort Lauderdale-Hollywood International Airport, o gerente de Desenvolvimento de Negócios do aeroporto, Steve Belleme, a retomada de operações da Azul para Belém será no dia 1º fevereiro de 2021 e para Belo Horizonte no dia 3 de fevereiro de 2021.

Os anúncios foram feitos no dia 8/12, durante a quinta edição do Florida Connection para abordar as operações dos aeroportos do Estado com intuito de entregar as informações mais atualizadas sobre seus parceiros aos operadores do Brasil.

Promoção Brasil – Paris

O Grupo Air France-KLM prorrogou a promoção de acúmulo de milhas e pontos de experiência (XP) em dobro do Flying Blue, programa de fidelidade. A medida é válida para membros com residência no Brasil e em voos entre o Brasil e Paris ou Amsterdã durante e período de 1º de dezembro de 2020 e 30 de junho de 2021.

A oferta está disponível em voos elegíveis entre São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, e Amsterdã ou Paris-Charles de Gaulle para todas as classes de cabine e Membros Explorer com as Milhas asseguradas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email