Secretário do Tesouro dos EUA pede calma para os investidores

De acordo com Paulson, em entrevista à rede norte-americana de televisão CNBC, “em todos os mercados de capital está em marcha um processo de reavaliação e acomodação dos preços” .
Segundo ele, as tensões e turbulências em inúmeros mercados financeiros têm como pano de fundo uma economia global “muito forte” e uma economia dos Estados Unidos “muito saudável”.
Há duas semanas, o Federal Reserve (o banco central dos EUA) se uniu aos bancos centrais da Europa, Japão e Austrália para injetar recursos nos mercados financeiros, na tentativa de garantir liquidez de curto prazo.
Na última semana, o Fed também reduziu de 6,25% para 5,75% a taxa de redesconto cobrada aos bancos por empréstimos tomados.
Paulson negou que a agitação dos mercados financeiros tenha origem em “condições econômicas débeis”, ou em uma debilidade do crédito. Para ele, a situação foi precipitada pelo “excesso e más práticas de crédito”’.
O secretário do Tesouro avaliou que, “com toda probalidade”, o período de instabilidade terá impacto no crescimento econômico do país.
“Mas a economia real segue saudável. Veremos que continua o crescimento, a criação de empregos e a melhora do nível de vida”, acrescentou Paulson.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email