22 de janeiro de 2022

Sebrae faz acordo para facilitar crédito

Representantes do BRB (Banco de Brasília) e do Sebrae assinam hoje, às 16 horas, no Centro de Treinamento UnaBRB, localizado na quadra 410/411 Sul da capital federal, convênio de cooperação técnica e financeira

Representantes do BRB (Banco de Brasília) e do Sebrae assinam hoje, às 16 horas, no Centro de Treinamento UnaBRB, localizado na quadra 410/411 Sul da capital federal, convênio de cooperação técnica e financeira. A parceria entre as duas instituições visa facilitar o acesso das micro e pequenas empresas ao crédito, utilizando-se, de um lado, as linhas de crédito disponibilizadas pelo banco e, de outro, a concessão de garantia complementar, na forma do Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas).
Assinam o documento o presidente e o diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Paulo Okamotto e Carlos Alberto dos Santos, respectivamente; e o presidente do Banco de Brasília, Ricardo de Barros Vieira. O convênio terá vigência de cinco anos, contados a partir da data da sua assinatura.
O BRB será a terceira instituição financeira a operar com recursos do Fampe. O Fundo já conta com o Banco do Brasil, que é o grande operador da carteira (98%), além do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul). A partir do convênio, o Sebrae irá disponibilizar inicialmente o montante de R$ 2 milhões para lastro das garantias dos produtos do BRB.
Hoje, o BRB trabalha com três linhas de crédito destinas às micro e pequenas empresas: FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste); Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos); e BNDES Automático. “É recente o trabalho do banco com esse público. No primeiro semestre deste ano, financiamos, por meio dessas linhas, R$ 200 mil de crédito. Essa parceria entre o Sebrae e o BRB vem agregar facilidades para as micro e pequenas empresas na questão das garantias”, disse o gerente de Crédito Industrial do BRB, Roberto Carlos Monteiro Oliveira.

Indústria e serviços

O público-alvo do convênio são as microempresas e empresas de pequeno porte dos setores industrial, inclusive agroindústria, comercial e de serviços.
“Essa parceria vem ampliar o número de parceiros do Sebrae no tocante da facilitação do acesso ao crédito”, disse o analista do Sebrae José de Alencar Souza. As operações de crédito contratadas com a garantia do Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas) chegaram este ano à casa de R$ 1,2 bilhão, contabilizados desde sua criação em 1995.
Desse valor, R$ 800 milhões foram garantias concedidas pelo Fampe e cerca de R$ 400 milhões ficaram por conta do tomador de crédito. Essas operações atenderam a 40 mil micro e pequenas empresas. Só entre janeiro a junho deste ano, foram R$ 580 milhões de créditos contratados com a garantia do fundo de aval. As garantias concedidas somaram R$ 450 milhões. O número de empresas atendidas chegou a 20 mil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email