Sebrae aponta oportunidades

Com a realização de grandes eventos esportivos no Brasil, há muitas oportunidades à vista, e os empreendedores devem estar atentos. Para apoiar micro e pequenas empresas e empreendedores individuais a se tornarem mais competitivos, principalmente na Copa do Mundo da FIFA 2014, o Sebrae Nacional desenvolveu o Programa “SEBRAE 2014”.
O serviço de Inteligência Competitiva para o Programa tem por objetivo identificar, disseminar e fomentar oportunidades de negócios para empreendedores de pequenos negócios, por meio de processos integrados de IC (Inteligência Competitiva). Com o auxílio da Knowtec, empresa catarinense especializada na concepção e implementação de Sistemas de IC e de Gestão do Conhecimento, e pioneira no Brasil em inteligência setorial, estão sendo divulgados relatórios analíticos, com informações e orientações que permitam aos Pequenos Negócios a viabilização das oportunidades.
O Programa é realizado, especialmente, nas 12 cidades-sede da Copa: Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Porém, pequenos negócios de qualquer cidade do Brasil podem ter acesso às informações divulgadas pelo Sebrae, no portal www.sebrae2014.com.br.
O programa começou em 2010, quando as oportunidades foram identificadas após um estudo realizado em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas). Quase 930 opções foram levantadas nas 12 cidades-sede, assim como os requisitos que as empresas precisam para conseguir comercializar produtos e serviços com foco nessas características.
A Pastelaria Bom Sabor, de Toledo (PR), estuda novos modelos de negócio para atrair turistas durante a Copa do Mundo da FIFA 2014. O desenvolvimento de novos produtos, o treinamento de pessoal, a reformulação do espaço físico da loja, o aumento da eficiência nos fluxos operacionais e a criação de filiais estão entre as principais estratégias estudadas. Uma ação importante, já testada, é a comercialização de pastéis com desenhos e cores que lembram bandeiras dos países que participarão do mundial.
Já o Hostel Lar Solar Gragoatá, de Niterói (RJ), saiu na frente, investindo na estrutura do lugar, para atrair mais hóspedes. O negócio, que era voltado apenas para hospedagem de estudantes, tornou-se um empreendimento qualificado para turistas. A equipe recebeu capacitação e foi contratada uma recepcionista que fala inglês, francês e espanhol. A proprietária Vanessa Lopes Dias conta que planejava recuperar o investimento em dois anos, mas, com as reformas, ganhou hóspedes inesperados, que podem diminuir esse prazo. “Outro indicador importante é que fazemos parte dos guias internacionais de hostel e albergues. Gostei muito da proposta de qualificação do Sebrae 2014. Já aprendi muito e pretendo permanecer no programa”, afirma a empresária. Em Salvador, as vendedoras de acarajé estão aprendendo inglês. Júlia Souza, baiana que tem seu tabuleiro em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, está entre as participantes do curso oferecido pelo Programa de Qualificação Profissional, parceria entre o Sebrae na Bahia e o governo do Estado da Bahia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email