Se Dilma perder, Lula pode voltar a se candidatar em 2014

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu na última sexta-feira que pode voltar a disputar a Presidência da República em 2014 se a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) –a candidata de sua escolha para a sucessão de 2010– perder as eleições.
Em relação à disputa pelo governo do Estado de São Paulo, o presidente disse que a possível candidatura do ex-governador e hoje deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) “daria trabalho” a seus concorrentes.
Lula afirmou que, se a atual ministra for eleita, vai trabalhar para tentar reelegê-la em 2014, mas afirmou que, se a oposição vencer, ele poderá voltar a disputar o Planalto.
“Se a Dilma for eleita, eu vou torcer para ela fazer o melhor que alguém possa fazer neste país para ela ser candidata à reeleição. Ora, se for um adversário que ganhe, aí sim, pode estar previsto: “Bom, em 2014 é possível voltar”, afirmou, em entrevista ao grupo de comunicação RBS, em Porto Alegre.

Candidatura de Ciro Gomes

Sobre uma eventual candidatura de Ciro Gomes ao governo paulista, o presidente disse achar “que o Ciro Gomes tem condições de ser candidato em qualquer lugar do Brasil”, disse.
Críticos da eventual candidatura de Ciro em São Paulo alegam que, apesar de paulista (ele nasceu em Pindamonhangaba), ele construiu sua carreira política no Ceará, onde foi prefeito de Fortaleza (1989-1990) e governador (1991-1994).
O presidente disse, no entanto, que a candidatura do deputado, por enquanto, é “só especulação”, mas que “Ciro Gomes daria trabalho em São Paulo”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email