SBPC terá palestras ao ar livre na Amazônia

Uma das atividades de destaque da 61ª Reunião da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) é um evento que vai reunir socialização de informações científicas e visitação turística a ambientes naturais de Manaus: o Amazônia in Loco

Uma das atividades de destaque da 61ª Reunião da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) é um evento que vai reunir socialização de informações científicas e visitação turística a ambientes naturais de Manaus: o Amazônia in Loco.
Voltadas a alunos de graduação, pós-graduação e professores universitários, as palestras vão falar sobre gestão de florestas tropicais, recursos hídricos da Amazônia e piscicultura comercial nos municípios de Iranduba e Manacapuru.
Uma iniciativa do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), o Amazônia in Loco, começa nesta quarta-feira, dia 15, com uma palestra sobre Recursos Hídricos da Amazônia que vai ser ministrada pelo pesquisador da CPCRH (Coordenação de Clima e Recursos Hídricos) do Inpa, Sérgio Bringel.
A atividade vai ser desenvolvida dentro de uma embarcação que vai percorrer o rio Negro, na orla de Manaus. Durante a visita, Bringel vai coletar amostras de água com a utilização de equipamentos específicos.
A palestra é fruto de uma parceria do Inpa com a SDS (Secretaria de Desenvolvimento Sustentável), ANA (Agência Nacional de Águas), UEA (Universidade do Estado do Amazonas) e Ufam (Universidade Federal do Amazonas).
Já na quinta-feira, dia 16, o Amazônia in Loco vai tratar de manejo e preservação florestal. A palestra Gestão de Florestas Tropicais vai ser ministrada pelo pesquisador da CPST (Coordenação de Pesquisas em Silvicultura Tropical) do Inpa, Niro Higuchi, e realizada no Jardim Botânico Adolpho Ducke, localizado na rua Uirapuru, Cidade de Deus, zona norte de Manaus.
Ainda na quinta-feira, acontecerá uma visita técnica ao município de Manacapuru para a realização da atividade “Piscicultura Comercial nos Municípios de Iranduba e Manacapuru”. Durante a visita, os participantes vão conhecer os locais onde os peixes são criados e o sistema de armazenamento nos frigoríficos.
Para participar de cada atividade, o interessado deve se inscrever até a terça-feira, 14, das 12 às 14h, na secretaria da SBPC, na Ufam. O valor da inscrição varia em cada uma das atividades do Amazônia in Loco.
A inscrição para a palestra sobre Recursos Hídricos da Amazônia custa R$ 50, já a palestra sobre Gestão de Florestas Tropicais custa R$ 20, enquanto atividade sobre “Piscicultura Comercial nos Municípios de Iranduba e Manacapuru” custa R$ 30.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email