Saldo cresce 19,7% e ultrapassa R$ 100 bilhões

O saldo dos depósitos na caderneta de poupança da CEF (Caixa Econômica ­Federal) alcançou a marca de R$ 101 bilhões no último dia 16 de julho. De acordo com o banco estatal, o marco representa um crescimento de 19,7% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o saldo chegou a R$ 84,4 bilhões.
A Caixa Econômica é responsável por cerca de 35% do dinheiro depositado na caderneta de poupança em todo o sistema bancário brasileiro.
Somente neste ano, o banco registrou uma captação líquida de R$ 5,2 bilhões (diferença entre saques e depósitos). Desse valor, 61% dos recursos são provenientes de clientes com renda até dois salários mínimos.

Novas contas

De janeiro até a primeira quinzena de julho deste ano, foram abertas 1,8 milhão de novas cadernetas na Caixa Econômica, passando para 37,9 milhões de contas.
De acordo com a ­presidente do banco, Maria Fernanda Ramos Coelho, o que torna a poupança ­atrativa, além da tradição e segurança, é a remu­neração dos saldos (TR + 6% ao ano), que não sofre tributação.
Somente com recursos da sua carteira de pou­pança, a Caixa Econômica Federal já emprestou nesse ano R$ 10,46 bilhões para habitação, dentro da modalidade Carta de ­Crédito SBPE. O montante foi o suficiente para atender mais de 239 mil famílias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email