Sadia com mais soja e ervilha

A marca de alimentos Sadia vai ampliar, na segunda quinzena deste mês, o portfólio de produtos da linha Sadia Veg&Tal. O VEG burger e VEG almôndega são produzidas à base de soja e ervilha e estarão disponíveis para venda no e-commerce Mercato em Casa e no Mercato Sadia, loja-modelo da BRF com unidades na capital paulista e em Itajaí (SC).

“Temos realizado pesquisas constantes para analisar as diferentes tendências de consumo. [A linha] Sadia Veg&Tal foi lançada com o intuito de ampliar o leque de opções dos nossos consumidores, com produtos à base de proteína vegetal por meio de diferentes fontes como proteína de soja, ervilha e o feijão carioca”, afirma o diretor de Marketing das marcas BRF, Marcelo Suárez.

Segundo ele, somente em 2020, ano do lançamento de Sadia Veg&Tal, a linha cresceu 28% em faturamento.

A almôndega está disponível em embalagem de 300g, contém 12 unidades e fica pronta em sete minutos na Air Fryer. Já o hambúrguer conta com duas unidades somando 226g. A proteína pode ser preparada de 11 a 12 minutos na fritadeira.

Em abril, Sadia Veg&Tal lançou três variedades de proteína vegetal: VEG Frango desfiado, VEG Frango em tiras e VEG Frango em cubos. Atualmente, a linha conta com 16 produtos, entre eles: nuggets, tortas e vegetais.

BRF aposta em transformação digital

Além da aposta na busca por proteínas alternativas, a BRF aumentou em 40% seus investimentos em transformação digital para evoluir no “conceito de indústria 4.0”.  Em 2020, a empresa colocou em prática mais de 50 projetos. Entre os destaques, estão iniciativas que resultaram na implementação de novas tecnologias nas granjas, fábricas e na área de logística, gerando melhor aproveitamento de matérias-primas, incremento de eficiência, criação de soluções sustentáveis e redução de custos operacionais.

No mercado internacional, foram feitos 149 lançamentos, sendo mais de 12 deles na Turquia, onde a Banvit é a marca de escolha dos consumidores, com 54% da preferência. Foram contemplados, ainda, outros países do Oriente Médio e da Ásia, mais focados na China e em Cingapura, onde a BRF tem presença no varejo, além de mercados da América e África.

O Relatório Integrado 2020, apresentado pela BRF em abril, cita a Visão 2030, estratégia de crescimento que deve levar a empresa a uma receita anual superior a R$ 100 bilhões na próxima década, período em que pretende investir mais de R$ 55 bilhões.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email