Rubem Braga fala de sua terra natal

No ano em que se comemora o centenário de nascimento de Rubem Braga, a Global Editora dá sequência ao projeto de reeditar toda a obra do escritor. Depois de ter lançado “Melhores crônicas Rubem Braga” e “Coisas simples do cotidiano”, editora leva às livrarias “Crônicas do Espírito Santo”. Reconhecido como nosso maior cronista desde Machado de Assis e responsável por alçar o gênero a um novo patamar na literatura brasileira, Rubem Braga reuniu neste livro as crônicas sobre sua terra natal. Nascido em Cachoeiro de Itapemirim – cidade de paisagens, sons e cheiros muito presentes nestas crônicas –, Rubem Braga nos leva a um passeio por suas origens, todas elas espelhadas nesse comprometimento humano que tanto caracteriza sua universal literatura. Neste livro acompanhamos a sua infância de menino do interior: jogos de bola na rua, frutas colhidas do pé, a primeira glória literária publicada no jornalzinho da escola. O jovem jornalista que desbrava os povoados e rios de sua terra, as saudades e anseios de quem envelhece longe da sua cidade.
Portadoras de um lirismo que sempre nos encantou, são crônicas que refletem sobre a importância da memória, da simplicidade e dignidade humanas, assinadas por este grande mestre da prosa brasileira. “Muitas destas crônicas falam de um Espírito Santo que já não existe. Também falo muito de mim…Viver é repetitivo. Mas, enfim.”, ressalta Rubem Braga na apresentação do livro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email