1 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Marco Dassori

Twitter: @marco.dassori  Insta: @jcommercio

O Conselho de Administração da Suframa avalia, nesta quinta (23), uma pauta com 31 projetos para o Polo Industrial de Manaus, e atividades de serviços e agropecuária do Amazonas, somando R$ 838 milhões em investimentos totais. As propostas avaliadas na 304ª Reunião Ordinária do CAS são de implantação (18) e também de atualização, diversificação ou ampliação (13), e preveem geração de 1.392 novos postos de trabalho na área de atuação da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), ao longo dos próximos três anos.

Realizada em meio à judicialização da crise do IPI e do contencioso contra o governo de São Paulo em torno dos créditos de ICMS, a terceira reunião do CAS no ano aparece com uma pauta com menos projetos do que a do encontro anterior (34). Mas, a quantidade de investimentos e empregos previstos vem mais encorpada em relação ao registro de abril (R$ 610 milhões e 1.048 postos de trabalho), embora ainda tenha ficado aquém da marca de fevereiro (R$ 1,80 bilhão e 1.409 vagas) – realizada no mês de aniversario de 55 anos da ZFM, e um dia antes da publicação do decreto inicial que reduziu a alíquota do Imposto sobre Produtos industrializados em todo o país.

Caso a íntegra da pauta ganhe o aval dos conselheiros, a Suframa terá dado sinal verde a uma cifra próxima a R$ 3,25 bilhões em investimentos no acumulado deste ano, alocados em 96 projetos, com estimativa de abertura de 3.849 novos empregos. Apesar da maior quantidade de proposituras, os números ficaram abaixo do balanço das três reuniões dos seis meses iniciais de 2021 – quando o maior entrave era a pandemia. No período o Conselho de Administração da Suframa havia referendado 92 projetos, totalizando aproximadamente R$ 5,35 bilhões em aportes de capital e abertura de 4.227 novas vagas no mercado de trabalho da capital amazonense.

Motocicletas em destaque

Como de costume, a pauta é extensa e diversa, incluindo linhas de produção de artigos de matéria plástica e termoplásticos em geral, prata e ligas metálicas, pneus para veículos de duas rodas, obras de ferro e aço, estopa de juta para calefação, componentes eletrônicos e de informática, peças de metal, partes e peças para motocicletas, embalagens de metal, películas adesivas, aparelho transmissor de medidores de gás, microcomputadores, emulsão asfáltica e aparelhos de ginastica, entre outros itens.  

Entre os destaques de implantação apontados no texto distribuído pela assessoria de imprensa da Suframa está a proposição da empresa Comércio e Indústria de Pneus Amazônia Ltda. A iniciativa tem investimentos previstos de R$ 361 milhões e previsão de mão de obra adicional para 442 pessoas. A Norpolim Nordeste Polímeros Indústria e Comércio de Termoplásticos Ltda, por sua vez, propõe a produção de resinas modificadas e artigos de matéria plástica, com aportes de R$ 50,2 milhões e abertura de 79 novas vagas.

Outro projeto de implantação enfatizado na listagem divulgada pela Suframa é o da empresa ACC Brasil Indústria e Comércio de Computadores Ltda, que prevê a produção de unidade digital de processamento, montada em um mesmo corpo ou gabinete, do tipo servidor. A indústria pretende injetar R$ 34 milhões na nova linha de produção, gerando 18 novos postos de trabalho no processo. 

O destaque agropecuário, por sua vez, vem da empresa E. de L. e Lima Cia Ltda, para as atividades de pecuária e culturas de mandioca, açaí, banana, coco, laranja e milho, no Distrito Agropecuário da Suframa (DAS), com aportes de R$ 3,9 milhões e expectativa de gerar 15 empregos.A autarquia não divulgou os dados referentes aos projetos de ampliação, diversificação ou atualização.

“Investimentos representativos”

A reportagem do Jornal do Commercio tentou ouvir os presidentes da Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), Antonio Silva, e da Aficam (Associação dos Fabricantes de Insumos e Componentes do Amazonas), Roberto Moreno, mas não obteve retorno dos dirigentes, até o fechamento desta edição. Recém empossado, o novo presidente do Cieam (Centro da Indústria do Estado do Amazonas), Luiz Augusto Barreto da Rocha, salientou, durante coletiva de imprensa realizada nesta quarta (22), que não teve acesso aos dados pormenorizados da pauta do CAS, e que dispunha apenas de um resumo dos projetos a serem submetidos aos conselheiros.

Em texto divulgado pela assessoria de imprensa da Suframa, o superintendente da autarquia, Algacir Polsin, reforçou que a pauta da 304ª Reunião do CAS é “bastante positiva”, não apenas pela qualidade e diversidade dos projetos apresentados, mas também pelo volume de 31 proposições submetidas à apreciação dos conselheiros, que supera a média de projetos das reuniões do colegiado nos últimos dois anos (29). 

“Esses projetos, caso aprovados, possibilitarão o incremento da produção do Polo Industrial de Manaus e do Distrito Agropecuário da Suframa, com investimentos representativos e o adensamento da cadeia produtiva da região em diversos segmentos, além de gerar potencialmente mais de 1.300 novos empregos, o que é muito positivo neste momento de recuperação econômica do País”, encerrou o superintendente.

A 303ª Reunião Ordinária do CAS está marcada para ocorrer às 10h de hoje (horário de Brasília), por meio de videoconferência. O evento será presidido pela titular da Secretaria especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques Consentino, e contará com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e de demais conselheiros representantes de órgãos ministeriais, governos estaduais e municipais e entidades de classe, entre outros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email