Reservas atingem 90% da oferta

A quase dois meses da Copa do Mundo 2014, a procura de

clientes estrangeiros por hospedagem com destino

Manaus está correspondendo às expectativas do setor

hoteleiro. De acordo com a ABIH/AM (Associação

Brasileira da Indústria de Hotéis do Amazonas),

aproximadamente 90% das reservas foram confirmadas.

Aproximadamente 12 mil apartamentos foram

disponibilizados na capital amazonense, onde a

expectativa é grande após o sorteio dos jogos das

seleções campeãs do mundo e do grupo da “morte”,

atração garantida internacionalmente pela tradição.
Segundo o presidente da ABIH/AM, Roberto Bulbol, os

clientes estrangeiros são organizados e não deixam

para última hora, praticamente a maioria das reservas

está confirmada. “Cerca de 90% das reservas já foram

feitas. Existe registro de algumas trocas por questão

de complemento de voo, mas são em percentuais

inexpressivos”, informou.
Mas para Bulbol a maior preocupação da associação está

no acesso às cidades-sede e com o período de

permanência do turista, em média 3,4 dias. “É uma

média de permanência é de 3,4 dias em Manaus, que

corresponde ao dia em que joga a seleção. Depois ela

(seleção) vai jogar em outra cidade e o turista

torcedor vai atrás. A expectativa é grande em certos

jogos”, admitiu.

Diversificação e preço baixo
Manaus dispõe de 56 hotéis associados da ABIH/AM, com

número de apartamentos próximo de 12 mil, que oferecem

leitos de casal e solteiro duplo ou triplo o que

representa uma média de 25 mil leitos. Além da

alternativa de hospedagem em hotéis ecológicos

disponíveis na Região Metropolitana, que segundo

Bulbol, estimula o turista a essa categoria de

hospedagem. “Estamos tentando conscientizar cada vez

mais a utilizar a área metropolitana como Presidente

Figueiredo, Rio Preto da Eva, Manacapuru e Iranduba

que tem opções fantásticas de hotéis, pousadas e

hotéis de selva”, destacou.
Contando com mais dois mil leitos na oferta de

hospedagem será possível acomodar toda a demanda da

Copa. Porém, Bulbol alerta para o translado que

precisa ser estudado para que o turista leve uma boa

impressão da recepção e logística amazonense. “Somando

toda essa demanda vamos poder acomodar bem o turista

que vier para o Amazonas. Mas também é preciso

viabilizar como chegar nesses locais alternativos com

uma linha de transporte exclusiva para acessar toda

essa região”, observou.
Bulbol ainda destaca a oportunidade para aquele

profissional do ramo hoteleiro que está no interior,

também se beneficiar com o evento internacional. “Para

o caboclo amazonense, é a hora de ganhar e mostrar

nossa região. Um diferencial ofertado para atrair o

turista para a região metropolitana, porque só os

jogos principais é que estão com a oferta de

hospedagem esgotada”, concluiu.
Segundo a pesquisa realizada pelo site de viagens

TripAdvisor, hospedar-se em Manaus sai, em média,

quatro vezes mais barato na comparação com Cuiabá, nos

dias dos jogos da Copa. O levantamento comparou o

valor das diárias de hospedagem nas 12 cidades-sede do

evento esportivo. Os preços foram pesquisados em

janeiro, deste ano, em hotéis de diferentes categorias

cadastrados no site.
Na capital do Amazonas, a mais barata do país, a

diária média é de R$ 375,67. Em Natal, a próxima mais

em conta, é de R$ 400,31. A capital do Mato Grosso,

Cuiabá, tem o maior preço médio das diárias de hotel

em dias de jogo: R$ 1.581,18. Em seguida vêm as

cidades de Brasília, com R$ 1.437,90, e Rio de

Janeiro, com R$ 1.077,41.

Preço inflacionado
A pesquisa mostrou também o quanto o preço das diárias

sobe em dias de jogo em comparação com dias sem jogos

nos meses de junho e julho (quando vai se realizar a

Copa). Nesse quesito, Salvador foi a cidade com o

valor mais inflacionado: a diária média em dias

comuns, de R$ 291,67, sobe para R$ 909,42 nos dias de

partido –um incremento de 212%.
Em Belo Horizonte o preço também varia muito: 143%,

segundo o levantamento. Em Maceió, a diferença é de

apenas 8% e em Manaus houve queda das tarifas, que

foram 4% mais baixas em dias de torneio em relação aos

dias sem torneio.

Custo/Diárias
12 capitais: R$
Manaus 375,67
Natal 400,31
Curitiba 499,08
Porto Alegre 504,64
Recife 553,51
São Paulo 586,37
Fortaleza 685,58
Belo Horizonte 752,19
Salvador 909,42
Rio de Janeiro 1.077,41
Brasília 1.437,90
Cuiabá 1.581,18

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email