Renner registra lucro de R$ 189,6 milhões em 2009

O cenário desafiador desencadeado pela crise em 2009 foi uma oportunidade para a Lojas Renner ganhar mercados. Segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário do Brasil, a companhia reforçou o posicionamento da marca com revisão de processos, custos e despesas, adequação do orçamento e inauguração de dez lojas em várias regiões do país. Este conjunto de medidas, alinhado a uma realidade diferente da esperada para o Brasil, que demonstrou ter uma economia forte e estável, resultou na concretização de bons negócios. Em julho de 2009, três novas marcas foram introduzidas ao mix de produtos: “A Collection”, “Maternity Renner” e “Satinato”, ampliando os nichos até então contemplado nos departamentos da rede.

O desempenho operacional da Companhia foi positivo em 2009, registrando aumento de 8,2% na Receita Líquida das Vendas de Mercadorias com relação a igual período do ano anterior, totalizando R$ 2,1 bilhões, além de crescimento de 1,4% nas Vendas em Mesmas Lojas sobre os 12 meses de 2008. Da mesma forma, a Margem Bruta apresentou importante aumento de 1,1 ponto percentual, alcançando 47,5% em 2009. Este resultado é conseqüência, principalmente, de melhorias na gestão da cadeia de fornecedores e também da estruturação dos processos operacionais, com aprimoramento de manuais para a padronização de indicadores de desempenho e monitoramento das 120 lojas da rede.

As Despesas com Vendas Médias por Loja tiveram redução de 2,9% em 2009, totalizando R$ 4.622,5 mil. Assim como as Despesas Gerais e Administrativas Médias por Lojas que se reduziram em 10,2%, chegando a R$ 1.568,2 mil.
O Ebtida (lucro antes de juros, imposto de renda, depreciação, amortizações, despesas com plano de opções de compra de ações, resultado de baixa de ativos fixos e despesas extraordinárias) chegou a R$ 374,2 milhões, ante R$ 311,4 milhões em 2008, com crescimento de 20,2%. Igualmente, a Margem Ebitda sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias atingiu 17,7% ante 15,9% no ano anterior. Dessa forma, a Companhia registrou Lucro Líquido de R$ 189,6 milhões, resultado 16,7% superior aos R$ 162,4 milhões apresentados em 2008.

O quarto trimestre é considerado o mais importante para o varejo, uma vez que coincide com o Natal, principal data comercial. Em 2009, a Lojas Renner registrou um resultado bastante positivo neste período, o que influenciou de forma ainda mais forte o desempenho da Companhia para o ano. O aumento das vendas refletiu ainda o acerto no desenvolvimento das coleções primavera-verão.

Dessa forma, a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias atingiu R$ 711,9 milhões, com incremento de 16%, ante os R$ 613,8 milhões registrados no quarto trimestre de 2008. Já a Margem Bruta cresceu 3,8 pontos percentuais, chegando a 48,7%. O Ebitda do 4T09 também apresentou desempenho positivo com crescimento de 55,8% em relação ao 4T08, totalizando R$ 159,4 milhões ante R$ 102,3 milhões alcançados no mesmo período do ano anterior. No último trimestre de 2009, a Companhia obteve Lucro Líquido de R$ 100,3 milhões, ante R$ 65,4 milhões no 4T08, com incremento de 53,4%.

Serviços financeiros

Com crescimento de 24,4% e resultado de R$ 96,7 milhões em 2009, ante R$ 77,8 milhões em 2008, os Serviços Financeiros passaram a representar 25,9% do Ebitda da Companhia, um incremento de 0,9 ponto percentual. O desempenho positivo é atribuído à melhor gestão de crédito e cobrança, ao maior volume na intermediação de empréstimos pessoais, à recuperação dos volumes da condição de parcelamento com juros e à manutenção das despesas operacionais em patamares baixos.
A carteira de empréstimos somou R$ 88,2 milhões em dezembro de 2009, sendo concedidos R$ 94,9 milhões em empréstimos ao longo dos últimos 12 meses.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email