Renan diz que ameaça de obstrução é atentado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), criticou na segunda-feira a ameaça da oposição de obstruir os trabalhos da Casa legislativa enquanto ele estiver no comando do Senado da República.
Segundo Renan, essa posição atenta contra a democracia do país e desobedece o regimento interno do pró prio Senado.
“Ninguém vai obstruir o Brasil. Eu acho que qualquer obstrução que é regimental deverá ser feita necessariamente e pontualmente. Ela não pode ser uma obstrução pela obstrução porque será uma obstrução contra a democracia”, asseverou o parlamentar alagoano
O peemedebista demonstrou estar disposto a enfrentar a ameaça de obstrução dos trabalhos do plenário do Senado por partidos de oposição, que prometem não votar matérias enquanto ele estiver no comando da Casa. Essa atitude na opinião de Renan não terá respaldo porque atenta contra a democracia do país.
A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), apoiou o discurso feito por Renan. Segundo ela, haverá um esforço para tentar votar as medidas que estão em pauta. De acordo com a senadora, não há razão para a obstrução.
“A Casa está em processo de investigação. Não há obstrução do processo investigativo”, disse a senadora.

Quebra de decoro

Alvo de três representações no Conselho de Ética, o peemedebista é acusado de quebra de decoro por suspeita de irregularidades.
Na primeira representação, ele é acusado de ter utilizado dinheiro da empresa Mendes Júnior para pagar despesas pessoais, como pensão alimentícia e aluguel de um aparamento à jornalista Mônica Veloso, com quem teve uma filha fora do casamento.
Na segunda representação, o peemedebista é acusado de ter procurado o INSS para reverter dívida de R$ 100 milhões da Schincariol depois que a empresa comprou fábrica de seu irmão, o deputado Olavo Calheiros (PMDB-AL), por preço acima do mercado.
A terceira e última representação pede que ele seja investigado por supostamente ter usado laranjas para comprar um grupo de comunicação em Alagoas em sociedade oculta com o usineiro João Lyra.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email