Renan divulga nota para negar espionagem à oposição no Senado

O senador Renan Calheiros não apareceu na Casa para se defender das denúncias de arapongagem contra senadores da oposição, mas, pressionado a se explicar, acabou divulgando uma nota afirmando que são falsas as acusações e que não partem de seu caráter práticas “inescrupulosas”.

“À medida que a verdade vai destruindo as falsas imputações pretéritas, buscam novas tramas para me indispor com a Casa. Eu, sim, tive a vida devassada e não recorreria a indignidades como as que me foram falsamente atribuídas”, disse.

No texto, afirmou ainda que “repudia” as acusações de que teria usado seu assessor especial, Francisco Escórcio, para espionar os colegas Demóstenes Torres (DEM-GO) e Marconi Perillo (PSDB-GO).

A nota foi lida no plenário pelo primeiro-vice-presidente da Casa, Tião Viana (PT-AC), às 17h. “Repudio, mais uma vez, com a veemência e indignação que a situação exige, as falsas acusações de que estaria usando servidores do Senado para práticas inescrupulosas, imorais e ilegais. Isso não faz parte do meu caráter”. Renan termina a nota dizendo que todos os senadores têm o seu respeito.
No final de semana, ele não cogitava responder às denúncias. Almeida Lima (PMDB-SE), um de seus principais aliados, disse que ele não “tinha dado importância” e classificou o caso como “nova tentativa de golpe”. Hoje, no entanto, mudou de idéia e divulgou a nota para evitar ser cobrado a se explicar no plenário.

Além disso, ele busca uma saída para afastar Escórcio do posto sem exonerá-lo, já que se trata de um ex-senador, ligado a José Sarney (PMDB-AP).

O caso veio à tona depois que Demóstenes disse à reportagem que seu amigo Pedrinho Abrão, empresário, se encontrou com Escórcio em Goiânia, no escritório de um advogado. Na ocasião, segundo a reportagem apurou, Escórcio queria ajuda de Abrão para grampear os telefones de Demóstenes e Perillo e fotografá-los embarcando em jatinhos de empresários.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email