Relatório aponta boas condições na América Latina

A agência de classificação de risco Moody’s divulgou relatório em que aponta condições ainda positivas para empresas latino-americanas com “rating” elevado captarem recursos, apesar da turbulência financeira
global provocada pelos problemas no setor imobiliário americano. A Moody’s vê o mercado doméstico latino-americano menos exposto aos créditos de alto risco, como uma fonte de liquidez para as captações dessas empresas. A crise dos créditos
“subprime” adiou várias emissões de títulos de renda fixa, que seriam utilizados por grandes empresas para levantar recursos, tanto no mercado interno quanto global. Para analistas da Moody’s, é provável que mesmo grandes empresas, com boas
notas de risco de crédito, encontrem menos investidores dispostos a aplicar recursos nesses papéis. “Embora os mercado domésticos devam continuar abertos no México e Brasil para emissores com ratings mais altos, é crescente a preocupação de
que os emissores terão que enfrentar uma base
de investidores menor nesses mercados. É improvável que os investidores locais possam absorver a oferta do refinanciamento de dívida necessário para qualquer prazo mais longo”, disse Alexander Carpenter, da Moody’s para a AL.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email