Reforma tributária acabará com guerra fiscal

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, durante o programa de rádio “Café com o Presidente’’, que a reforma tributária vai gerar mais emprego e mais salário no Brasil.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, durante o programa de rádio “Café com o Presidente’’, que a reforma tributária vai gerar mais emprego e mais salário no Brasil.
Segundo ele, uma política tributária mais justa criará um círculo virtuoso, que começa com a cobrança de menos imposto e leva ao incentivo à produção, ao surgimento de empresas, à geração de empregos, a mais salário, mais consumo e mais renda. “É essa a roda gigante de uma economia saudável como está a nossa e é por isso que estamos fazendo a reforma tributária num momento importante do Brasil’’.
O presidente Lula disse ainda que a reforma tributária significa mais distribuição de renda, e que o Brasil precisa de um sistema tributário mais justo que simplifique a arrecadação e a forma de o contribuinte pagar os impostos. Para o presidente, a reforma acabará com a chamada “guerra fiscal’’ entre os Estados e fará o país crescer.
“O dado concreto é que nós precisamos pensar no Brasil, ter uma política tributária correta para o Brasil, justa para o Brasil, se porventura algum Estado tiver algum prejuízo, nós temos tempo de fazer um ajuste com política de compensação, até esse Estado encontrar o equilíbrio da arrecadação que ele precisa e seja justa para ele’’, afirmou.
Lula disse esperar que a reforma tributária seja aprovada ainda este ano para que o governo apresente ao Congresso Nacional a política industrial que, segundo ele, também prevê desoneração. O presidente comentou também a amplitude do “Territórios da Cidadania’’, lançado pelo governo na semana passada.
O programa destina R$ 11,3 bilhões para 958 municípios em todo país. Pelo “Territórios da Cidadania’’, haverá um sistema integrado das ações sociais já em curso com o objetivo de reduzir as desigualdades sociais principalmente nas áreas com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email