Reforma política prevê lista fechada

Candidatos majoritários competitivos não são, necessariamente, um fator definitivo para alguns partidos atingirem bons números na votação em legenda. A grande exceção à regra é o PT. Em 2004, Jorge Bittar, candidato petista ao Executivo municipal do Rio de Janeiro, ficou nos 6,3% dos votos válidos. Em 2008, Alessandro Molon parou nos 4,97%. Os votos de legenda do partido, entretanto, permaneceram elevados. Foram mais de 54 mil em ambas as eleições. O equivalente a 25,19% dos votos válidos recebidos pelo partido na disputa pela Câmara Municipal em 2004 e 27,21% em 2008.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email