Reféns das Farc foram libertadas

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou que duas reféns das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Co-lômbia) foram libertadas. Ele diz que conversou com as duas colombianas por telefone, e que elas estão sendo retiradas da área da floresta em helicópteros do governo venezuelano.

Segundo Chávez, Clara Rojas -ex-assessora da candidata presidencial Ingrid Betancourt- e a ex-congressista Consuelo Gonzalez devem chegar à Venezuela dentro de 3 horas.

A chefe do CICV (Comi-tê Internacional da Cruz Vermelha) em Bogotá, Barbara Hintermann, confirmou a libertação. A operação de resgate teve início às 6h do horário local (9h em Brasília).

O governo colombiano autorizou a nova operação de resgate. Dessa vez, a missão contará somente com a participação do governo venezuelano e do CICV.

O chanceler da Vene-zuela, Nicolás Maduro, transmitiu a seu homólogo colombiano, Fernando Araújo, o pedido de autorização para a entrada em território colombiano de helicópteros venezuelanos com o emblema da Cruz Vermelha depois que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou ter recebido das Farc as coordenadas do local onde ocorreria a libertação.

O anúncio da nova missão veio uma semana após o fracasso da operação anterior, planejada para resgatar Gonzáles, Rojas e seu filho Emmanuel, nascido em cativeiro.

No último dia 31, as Farc suspenderam a entrega dos reféns, sob alegação de que “atividades militares” colombianas próximas ao local do resgate impediram o processo de libertação.

Dias depois, porém, descobriu-se que a libertação dos reféns só não ocorreu porque o garoto Emmanuel não estava mais em poder da guerrilha colombiana.
A criança encontra-se sob custódia da Colômbia em um orfanato estatal na cidade de Bogotá.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email