16 de abril de 2021

Recuperação judicial sobe 14% no 1º semestre

Os pedidos de recuperação judicial aumentaram 14% no primeiro semestre

Os pedidos de recuperação judicial aumentaram 14% no primeiro semestre. O movimento é visto como o início de uma tendência de dificuldades para micro e médias empresas. Elas estão enfrentando condições piores para financiar suas operações.
Segundo levantamento da Serasa, 239 empresas entraram com pedido de recuperação judicial, contra 209 no mesmo período de 2010.
“O aumento de juros, iniciado com a elevação da taxa básica pelo Banco Central, impacta em especial as micro e médias empresas, que não têm tantas opções de financiamento”, diz Marcel Solimeo, economista da Associação Comercial de São Paulo.
Até 2005, quando foi aprovada a nova lei de falências, as empresas em processo de insolvência tinham de decretar concordata, o que não é mais utilizado.
Segundo o advogado Fernando Fiorezzi de Luizi, um dos principais especialistas na área, a recuperação judicial modificou a tramitação dos processos, oferecendo às empresas a chance de reprogramar pagamentos e rever a estrutura de seus negócios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email