9 de maio de 2021

Recorde de vendas na véspera

Um levantamento da Neotrust|Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado que tem registro de mais de 80% dos pedidos feitos pela internet no Brasil, mostra que, das 00h às 20h da ultima quinta-feira, R$ 810 milhões já foram gerados em compras pelo varejo digital. De acordo com a companhia, o montante equivale a 93% das vendas registradas no mesmo período do ano passado.

Contribui para o resultado o volume de pedidos registrados: 1,4 milhão, com tíquete médio de R$ 512,75. Os principais compradores têm entre 26 e 35 anos (responsáveis por 33,5% do total de pedidos realizados), seguidos por aqueles que têm entre 36 e 50 anos (33,2%). Os compradores de até 25 anos vêm em terceiro lugar (19,2%) e os que têm mais de 51 anos, em último (14,1%).

De acordo com o CEO da companhiam André Dias, o movimento está relacionado à distribuição de promoções ao longo da semana. “Ontem, por exemplo, registramos aumento de 201% do volume de compras realizado no ano passado”, afirma, à EXAME.

As mulheres compram ligeiramente mais do que os homens (59,6% ante 40,4% do total de pedidos). Ente as categorias mais compradas – em volume – estão Moda e Acessórios (segmento que já costuma acumular o maior volume de vendas online), Beleza, Perfumaria e Saúde, Entretenimento, Artigos para Casa e Eletrodomésticos e Ventilação.

De acordo com um levantamento da Decode, entre os produtos mais desejados, estão Playstations e tênis para comprar em promoção durante a data.

Promoções

Além da empolgação do consumidor, as ofertas registradas na data também contribuem para o movimento intenso no varejo digital. De acordo com um levantamento do Promobit, plataforma de promoções e descontos, até o fim desta tarde a plataforma já havia provadio 1.257 ofertas, ou seja, aumnto de 300% em relação ao que a plataforma registra em dias comuns. A Promobit reúne em sua plataforma apenas promoções que apresentam uma redução real do valor de itens registrados — evitando que consumidores caiam em golpes de lojas que aumentam preços para depois anunciarem falsas promoções.

Segundo Fábio Carneiro, co-fundador do Promobit, a tendência é que essa quantidade aumente de forma exponencial, considerando que o pico das ofertas começa na noite de quinta-feira.

“Muitas varejistas já iniciam a Black Friday às 20 horas, aumentando o volume de ofertas com preço mais agressivo. Por isso, podemos esperar ainda mais promoções, principalmente entre 21 horas de hoje e 01h de sexta-feira”, explica. .

Já é possível ficar de olho em algumas dessas ofertas a partir de hoje: quem quer comprar smartphones, notebooks e Smart TVs pode contar com descontos em diferentes varejistas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email