Receita líquida da Grendene cresce 16,7% em 2009 e alcança R$ 1,5 bi

A receita líquida de vendas da Grendene cresceu 19,1% no 4º trimestre de 2009 (R$ 427,7 milhões para R$ 509, 4 milhões) e 16,7% no acumulado do ano (de R$ 1,3 bilhão para R$ 1,5 bilhão). Os resultados comprovam o acerto de seu modelo de negócios e o compromisso com a estratégia desenvolvida nos últimos anos, onde manteve atenção às diferentes conjunturas econômicas. Já o lucro líquido da companhia ficou 13,7% superior ao ano anterior, com R$ 272,2 milhões.
Ao longo do ano, as vendas da empresa ganharam escala e atingiram a marca de 165,7 milhões de pares de calçados 13,2% a mais que em 2008 (146,4 milhões). Deste total, 117,4 milhões foram destinados ao mercado interno e 48,3 milhões ao externo.
Com um cenário de demanda crescente, a empresa já deu início a uma série de estudos visando à ampliação de suas unidades fabris ainda em 2010. “A ascensão das classes C e D – impulsionadas pelo incremento salarial, bem como pelo acesso a linhas de crédito para diferentes segmentos-, vem fortalecendo e sustentando o crescimento da Grendene nos últimos anos”, comentou Francisco Schmitt, diretor de Relações com Investidores da Grendene.
As receitas de exportação da Grendene permaneceram estáveis (R$ 355 milhões em 2009 contra R$ 355,6 milhões no ano anterior), mesmo com crise nos mercados internacionais que ocasionaram uma forte retração das vendas de calçados brasileiros no mercado externo. Conforme dados da Secex/Abicalçados, as exportações brasileiras de calçados em 2009, em comparação às de 2008, diminuíram 27,7% em dólar; 23,7% em volume de pares vendidos e 5,3% o preço médio, enquanto a Grendene apresentou queda de 8,3 % na receita bruta em dólar, mas manteve o volume de pares estável com queda de 9,1% no preço médio em dólar. São da Grendene as marcas brasileiras de calçados mais vendidas no exterior (50,9% dos calçados brasileiros exportados no 4º trimestre de 2009 e 38,1% no acumulado do ano passado).
Para 2010, a Grendene deve reforçar sua estratégia com fortes investimentos em mídia, comunicação, além de pesquisas para a identificação de diferentes segmentos e desenvolvimento de produtos. A empresa também negocia uma série de novos licenciamentos para as futuras coleções.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email