10 de abril de 2021

Receita com serviço de redes ­corporativas alcança R$ 9,3 bi

A receita com serviços corporativos de comunicação de dados cresceu 6,8% em 2007 para R$ 9,3 bilhões.

A receita com serviços corporativos de comunicação de dados cresceu 6,8% em 2007 para R$ 9,3 bilhões. Os contratos no segmento de pequenas e médias empresas além de serviços de gerenciamento de redes, tanto externas (Wide Area Network) ­quan­to ­internacionais, pu­xa­ram­ a alta do mercado de re­des corporativas.
Os dados fazem parte do estudo Brazil Business Network Services 2008, da consultoria IDC, especializada no mercado de TI (Tecno­logia da Informação). O analista sênior de telecom da IDC, Alex Zago, destacou que o crescimento na área de comunicação de dados foi estimulado pela adoção de soluções IP (Internet Protocol) no lugar de ­outros padrões, mais antigos. Segundo Zago, o IP oferece melhor relação custo/benefício dos equipamentos de rede e serviços de conectividade e gerenciamento.
O analista apontou também a tendência de consolidação entre os provedores de serviços de rede. De acordo com dados da IDC, desde 2001 o número de competidores no mercado brasileiro de comunicação de dados corporativos diminuiu 39%. As grandes operadoras –Embratel, Brasil Telecom, Oi e Telefônica– concentram 90% da receita do setor.
Participam do merca­do­ também BT, Global Crossing, GVT e CTBC, entre outras, que vendem soluções de integração das redes (WAN, LAN e de telefonia); operação e ge­renciamento; e serviços adicionais sobre IP como voz (VoIP), dados, seguran­ça e videoconferência.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email