Queda no volume de crédito se mantém

A desaceleração no volume de concessão de crédito à pessoa jurídica, especialmente para empresas de pequeno porte, aprofundada a partir do último trimestre do ano passado, prossegue em 2009 e deverá continuar nos próximos meses, com impactos negativos sobre a atividade econômica e os investimentos, segundo avaliam economistas.
O economista Rogério Souza, do Iedi (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial) avaliou que, no que diz respeito à pessoa jurídica “a desaceleração é contínua”. O economista-chefe da MB Associados, Sérgio Vale, salientou que “a restrição de crédito está afetando todo mundo de forma muito intensa”.
O chefe do departamento de economia da CNC (Confederação Nacional do Comércio) e economista do Ibmec, Carlos Thadeu de Freitas, disse que o problema do crédito às empresas reflete a prioridade das instituições financeiras em aplicação nos títulos públicos, com ganhos mais robustos e menor risco, e ao temor de aumento da inadimplência.
Segundo Thadeu de Freitas, serão ainda necessárias ações específicas para retomada dos níveis anteriores à crise de crédito e as iniciativas já definidas pelo Banco Central e a equipe econômica ainda serão insuficientes.
Para o economista da CNC, um corte mais rápido da taxa Selic no curto prazo poderia levar a uma recuperação do crédito, mas há também medidas adicionais para acelerar a retomada dos níveis elevados de empréstimos no país. As sugestões incluem a liberação do compulsório sobre os depósitos à vista para estimular a concorrência entre os bancos e a redução da carga tributária sobre a intermediação financeira.
Segundo estudo do Iedi analisado por Rogério Souza, no primeiro bimestre de 2009, em relação a dezembro do ano passado, o crédito na margem – ou seja, as novas concessões com recursos livres acumuladas no mês – declinaram 30% para as empresas (-7,2% em fevereiro frente a janeiro).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email