Geralmente, muitas lojas tratam seus clientes como se dependessem totalmente deles, o que realmente é certo. No entanto, mesmo dando toda atenção, é fácil perceber que existe a falta de algo, de alguma coisa que realmente mostre o valor que a loja dar ao cliente.
Um cliente vale mais que uma venda, portanto, o foco deve estar no cliente e não no negócio. Um cliente pode ser tratado como um rei na hora da compra e quando precisar usar o serviço de atendimento ao cliente virou um plebeu. O produto é apenas um pretexto para adquirir aquilo que eles mais necessitam: benefícios e soluções.
A perda de um cliente, apenas um cliente, é pequena para quem tem pouca visão comercial. Pesquisas revelam que conquistar um cliente custa cinco vezes mais caro do que mantê-lo. As estatísticas e a Psicologia das Vendas comprovam que clientes insatisfeitos influenciam quase quatro vezes mais dos que os satisfeitos. Observe os dados de causa de perca de clientes:
a1% faleceram;
a3% mudaram de endereço;
a5% sofrem influência;
a9% foram atraídos por concorrentes;
a14% o produto é ruim;
a68% o atendimento é ruim.
Em vendas é assim, algumas técnicas são as mesmas, quer seja para vender um parafuso ou para vender um caminhão. Quando se fala em excelência no atendimento alguns princípios são os mesmos. Seja um empreendimento grande ou pequeno, é importante medir a satisfação do atendimento e pedir sugestões. Ouvindo o cliente, eles terão dois benefícios: produtos e serviços específicos e um sócio cliente.
Fidelizar clientes é de suma importância, pois um bom produto, simpatia e talento não mantém um cliente fiel, o mercado é altamente competitivo e quando uma loja deixa de oferecer algo outra, com certeza, irá oferecer. Por isso, dar a devida atenção aos fornecedores, investir na vitrina da loja, em publicidade e consultoria, em qualificação pessoal, colocando em prioridade a Gestão de relacionamento com o Cliente e um atendimento exclusivo, totalmente personalizado e cheio de surpresas agradáveis valem a pena.
Dedicar tempo, estratégia e até dinheiro para fazer o cliente parte da história da empresa também não deixa de contar pontos a favor da empresa. Obter informações sobre eles para fazer um cadastro e felicitá-los em ocasiões especiais também agradam.
Portanto, observa-se daí o valor de um cliente. Não basta um atendimento eficaz, tem que verificar o sistema de Serviço de Atendimento ao Cliente, se o mesmo está oferecendo o que realmente é preciso para satisfação do consumidor; Treinamentos de funcionários também são importantes, entidades como a Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), através da Universidade de Tecnologia do Varejo (UTV), sempre oferecem cursos de capacitação profissional. Não esquecendo que o valor de um cliente é tudo, pois eles devem ser mais importantes para o lojista do que o lojista para eles.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email