Qual o seu nome? Karl Marx

“Onde o rico cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez fica mais pobre e o motivo todo mundo já conhece…”

Alemão, ativo no século 19, estudante de sociologia, história, política, economia e filosofia, partidário e amante da redação. Não satisfeito com análises mas implicado na prática, possuidor de personalidade ácida, cômica e uma visão direcionada ao proletariado. Desenvolvedor de uma filosofia prática, ou seja, defendia que o pensamento e ação caminhavam juntos, que a história do Ser oferecia material, conteúdo para a própria construção. Analisou, principalmente, a luta de classes e o capitalismo, onde responsabilizou este último pelas desigualdades sociais. Afirmava que tudo na sociedade partia das relações econômicas, onde havia uma interdependência exploratória, ou seja, a burguesia sempre agindo contra o proletariado resultando na única possibilidade: a desigualdade. Lançou alguns conceitos, ou melhor, uma contraposição de ideias, explicando que o valor produzido pelo operário é bem menor que o lucro obtido pela burguesia. Seu outro conceito, foi pela fantasia, ilusão do valor, do significado dos produtos aplicados em cima das mercadorias, depositado pelo consumidor, no qual chamou de Fetichismo. Argumentou também sobre reificação do trabalho, onde o trabalhador é considerado como uma coisa, isento de qualquer valor. Analisou a realidade pelas suas formas materiais, onde os fenômenos não são estáticos, sem vida ou sem impacto. Esse movimento de contraste nas suas ideologias pretendia alertar a classe desprivilegiada para um combate, onde seu objetivo era a transformação social e radical ou a revolução.

*é Psicóloga/ Especialista em Avaliação Psicológica – CRP 20/08003.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email