Proposta que legaliza entidades é aprovada

A Câmara aprovou anteontem à noite o projeto de lei do governo que legaliza as centrais sindicais e garante às entidades uma fatia do imposto sindical. A partir de 2008, as centrais passarão a receber 10% do valor arrecadado com a cobrança do imposto pago pelos trabalhadores.

Na votação, a oposição conseguiu aprovar uma mudança que poderá dificultar o recolhimento do imposto, que hoje é descontado direto na folha de pagamento.

Uma emenda do deputado Augusto Carvalho (PPS-DF) incluiu no texto que a partir de agora será necessária a autorização do trabalhador para o desconto do imposto sindical na folha.

Para sindicalistas, isso tornou optativo o pagamento do imposto. O deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, que é presidente da Força Sindical, disse que isso acabará com os sindicatos, que perderão sua maior forma de financiamento.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email