Proposta do Comércio Justo e Solidário tem prazo prorrogado

As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste devem receber recursos no valor de R$ 8 milhões para implementar projetos do Comércio Justo

O Sebrae prorrogou o prazo para recebimento de cópias impressas das propostas para apoio de Comércio Justo e Solidário. Após o fim da greve dos funcionários dos Correios, que teve início no dia 1° de julho, os proponentes terão dois dias úteis para postar os projetos.
Até o momento, 203 projetos foram encaminhados formalmente pelos Correios ao Sebrae Nacional. “A expectativa é que a Instituição receba pelo menos mais 50 propostas de todo o país”, disse a coordenadora Louise Machado. O ranking foi liderado pela região Nordeste, com 76 projetos enviados, seguido pelo Sudeste, com 53. O Ceará foi o Estado com o maior número de proponentes, 24. São Paulo e Bahia aparecem em segundo lugar, ambos com 21 propostas.
No total, serão destinados R$ 8 milhões às entidades contratadas sendo que 70% serão destinados a projetos desenvolvidos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Podem concorrer instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos ou ainda organizações não-governamentais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email