Projetos aprovados pelo CAS fortalecem o polo de duas rodas

https://www.jcam.com.br/ppart27082010.jpg
Os projetos foram aprovados ontem, na 246ª reunião ordinária do CAS (Conselho de Administração da Suframa), realizada no Amazônia Golf Resort, localizado no Rio Preto da Eva (a 80 km de Manaus).

O nível de verticalização da cadeia produtiva do polo de Duas Rodas em Manaus vai ser ampliado com os novos investimentos da Yamaha Motor Eletronics do Brasil Ltda –produção de motor de partida–, bem como os da Royal Max do Brasil Indústria e Comércio Ltda –corrente de transmissão– e da Showa do Brasil Ltda –partes e peças fundidas.
Os projetos foram aprovados ontem, na 246ª reunião ordinária do CAS (Conselho de Administração da Suframa), realizada no Amazônia Golf Resort, localizado no Rio Preto da Eva (a 80 km de Manaus). Este empreendimento também foi implantado a partir da aprovação do conselho, que aprovou ontem 56 projetos, sendo 25 de implantação e 31 de ampliação, atualização e diversificação. A previsão de investimentos totais é de US$ 985 milhões e de geração de empregos no polo, 2.049.
Segundo o secretário-executivo do Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Ivan Ramalho, para facilitar a instalação e aprovação dos projetos, a secretaria vem realizando um série de estudos a respeito dos PPB´s (Processo Produtivo Básico). “É um trabalho permanente e uma preocupação sempre presente para o nosso ministério”, afirmou.
O secretário explica que o polo de duas rodas é um grande empregador de mão-de-obra e, naturalmente, é bastante representativo, mas salienta que é necessário levar em consideração os novos programas de outros setores industriais de tecnologia de ponta. “Eles têm peso em pesquisas de desenvolvimento e atividades científicas. Ainda que do ponto de vista quantitativo não sejam representativos, apresentam um futuro potencial de crescimento”, justificou.
O presidente da Fieam (Federação Internacional das Empresas do Amazonas), Antônio Silva, aproveitou a solenidade para solicitar ao ministro o apoio na política de aprovação dos PPB´s, especificamente para implementação da Adidas na cidade, que prevê a geração de 800 empregos diretos. “Se demorarmos nesta aprovação, corremos o risco de perder a instalação de uma empresa em nossa região. Por isso, a Fieam coloca na sua mão a responsabilidade de termos a Adidas ou não no nosso PIM”, enfatizou.
Ramalho lembrou que a secretaria já havia recebido a multinacional na Alemanha e contou que, na mesma tarde de ontem, se reuniram para discutir o assunto.
A Adidas escolheu Manaus para instalar sua primeira fábrica própria fora da Alemanha e estima produzir 3,2 milhões de pares de calçados, que atualmente são fabricados exclusivamente na Ásia.

Reunião prévia

Além dos 51 projetos previstos inicialmente no encontro de ontem, a Suframa aprovou mais quatro projetos em reunião prévia, realizada na manhã do mesmo dia. Entre eles, está o da Amazon Postes, que pretende instalar postes para atender a eletrificação rural e urbana.
De acordo com a superintendente do órgão, Flávia Grosso, a aprovação tardia foi resultante de um contingenciamento de recursos. “Devido a este fator, temos impossibilidade de fazer horas extras. O pessoal foi analisando até o último momento, mas a pauta tem de ser fechada dez dias antes da reunião. O que conseguimos analisar nesses dias, colocamos como extra-pauta”, explicou.
Dentre os projetos de implantação, os das empresas TPV do Brasil Indústria de Componentes Eletrônicos Ltda contam com o maior volume de investimentos (US$ 50.5 milhões). Outro destaque foi o projeto da empresa Tecnologia Automotiva Catarinense S.A. (US$ 5,3 milhões), que pretende fabricar veículos utilitários (jipes). Atualmente, a única empresa incentivada a fabricar esse modelo de utilitário é a Bramont Montadora Industrial e Comercial de Veículos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email