11 de abril de 2021

Projeto em tramitação no Congresso busca garantir direito de filiação a militar

O parlamentar petista considera importante garantir aos militares brasileiros, além do direito o de votar a garantia de poder participar da vida pública do país como qualquer cidadão não vinculado às forças.

A Câmara analisa a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 180/07, apresentada pelo deputado Magela (PT-DF), que permite aos militares das Forças Armadas a possibilidade de se filiarem a partido político. A mesma PEC dá o direito a habeas corpus aos militares punidos por ações disciplinares.
Segundo a regra atual, o militar não pode pertencer a partido político enquanto estiver em serviço ativo.
Magela argumenta que, apesar de o país viver em pleno Estado de Direito há quase duas décadas, ainda existem “cidadãos relegados à segunda categoria”, impedidos de exercer o direito de questionar decisões proferidas, por intermédio do habeas corpus, e de terem filiação partidária.
“Em tempos em que se ampliam os direitos e garantias individuais, o Parlamento tem a responsabilidade de corrigir as dissonâncias atuais que impossibilitam aos militares gozar dos plenos direitos da democracia”, afirma o deputado.

Prisões
banais

Magela considera “inconcebível” que não haja sequer a possibilidade de habeas corpus na prisão militar, muitas vezes motivada, segundo ele, por situações banais que no meio civil sequer encontrariam formas de tipificação.
O deputado também considera importante garantir que os militares, além de votar, possam participar da vida política e partidária. “Com esta proposta, damos um grande passo no sentido das garantias da Carta Magna, que em uma de suas cláusulas diz que todos são iguais perante a lei”, observa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email