Projeto devolve filhotes de tartarugas ao meio ambiente

O projeto Pé de Pincha, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, retoma, neste mês, a soltura de quelônios (tartarugas e tracajás da Amazônia) em dois estados da região Norte: Amazonas e Pará. As ações, que começaram no dia 13 de março, seguem até 28 do mesmo mês nas cidades de Nhamundá, Barreirinha, Maués, Itacoatiara e Parintins, no Amazonas, e de Juruti e Oriximiná, no Pará. As atividades envolverão 22 comunidades ribeirinhas.

Mais de 3 milhões de filhotes de quelônios foram devolvidos à natureza em 16 anos de projeto. A meta para 2015, segundo o coordenador do Pé de Pincha, professor Paulo Machado, será resgatar cerca de 300 mil filhotes. Nesse período, o grupo desenvolverá ações de conscientização ambiental com a participação de 2 mil famílias ribeirinhas, em 118 localidades.

Coordenado pelo programa de extensão da Universidade Federal do Amazonas, o projeto Pé de Pincha trabalha o manejo sustentável dos animais por meio de monitoramento e pesquisas científicas, que objetivam a preservação das espécies tracajá (Podocnemis unifilis), tartaruga da Amazônia (P. expansa), iaçá ou pitiú (P. sextuberculata), irapuca ou calalumã (P. erytrocephala) e o cabeçudo (Peltocephalus dumerilianus).

Programa Petrobras Socioambiental
Por meio do Programa Petrobras Socioambiental, a Petrobras investe em projetos de todo o país, com foco nas linhas de atuação: Produção Inclusiva e Sustentável, Biodiversidade e Sociodiversidade, Direitos da Criança e do Adolescente, Florestas e Clima, Educação, Água e Esporte.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email