15 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Projeto Cebrac Pro amplia para o Amazonas

Com a expectativa de atender cerca de 300 jovens no Amazonas, o projeto Cebrac Pro, pela primeira vez, amplia a iniciativa para o Estado.  A ideia da proposta é  promover mais educação e proporcionar uma vida digna à população mais carente, tem como objetivo minimizar os impactos sociais causados pelo alto desemprego e executar ações de combate à fome. 

A iniciativa é voltada para jovens, adultos e familiares, com participações na rede pública de ensino, nas instituições religiosas e nas comunidades onde estão inseridas as franquias do Cebrac. 

“Estamos no Brasil todo. Os resultados tangíveis foram: mais de 10 mil pessoas empregadas pelo Cebrac Empregos, cerca de mil qualificações gratuitas em cursos que vão desde inteligência emocional a noções administrativas. Além de pais e filhos conseguirem mudar de vida juntos, tanto alunos, quanto não alunos”, afirma 

Luciana Fontes, superintendente do Cebrac.

A empregabilidade e o acesso à educação a todos os brasileiros, sem distinção, estão entre os pilares do projeto que passam a atender também às comunidades carentes dos Estados do Pará e Amazonas com disponibilidade de acessos a cursos do Centro e cursos profissionalizantes.

Segundo um estudo da Rede Penssan (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional) com base no IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), as regiões Norte e Nordeste têm maior quantidade de pessoas em situação de insegurança alimentar. Em 2020, o índice de insegurança alimentar esteve acima dos 60% no Norte e dos 70% no Nordeste.

Para o diretor do Cebrac, Rogério Silva, incentivar ações de combate à fome é fundamental para o desenvolvimento social e econômico de uma comunidade. “Uma pessoa com fome não consegue estudar e trabalhar, e por este motivo, o Cebrac Pro traz ações sociais e humanitárias a fim de estimular uma pessoa, uma família, um profissional a buscarem os seus objetivos por meio de incentivos que lhes proporcionem uma qualidade de ensino e uma qualidade de vida”, explica Rogério.

Considerada a maior extensão territorial do Brasil, o Norte é uma das regiões mais atingidas pela fome. De acordo com a pesquisa do Google de 2021, o tema sobre fome apresenta um percentual crescente em alguns Estados do Norte: Amazonas (82%), Pará (83%), Roraima (85%) e Rondônia (87%). Números que revelam que a fome ainda é um dos principais assuntos que se encontram dentro das casas de muitas famílias brasileiras.

O projeto é inovador com incentivos de ações ligadas ao âmbito social e estará disponível em todo o Brasil onde as franquias do Cebrac estejam alocadas. No Norte do país, as franquias estão instaladas no Pará e no Amazonas e disponibilizarão às comunidades carentes o acesso a cursos profissionalizantes gratuitos.

Todos, sem distinção, podem ter acesso a conteúdos, mentorias e serem encaminhados para o mercado de trabalho. Basta acessar: https://portal.cebrac.com.br/pro

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email