11 de abril de 2021

Projeto Biomas realiza primeira reunião na Mata Atlântica

Cerca de 40 profissionais, de cinco unidades da Embrapa e mais 13 instituições de ensino e pesquisa se encontram para conhecer o projeto

Hoje e amanhã está acontecendo, a primeira reunião do “Projeto Biomas” na Mata Atlântica. Cerca de 40 profissionais, de cinco Unidades da Embrapa e mais 13 instituições de ensino, pesquisa e extensão dos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e São Paulo se encontram, em Vitória/ES, para conhecer o projeto, as áreas selecionadas para o trabalho experimental e discutir planejamento e estratégias de ação.
Coordenado pela Embrapa Florestas (Colombo/PR), o Projeto Biomas tem como objetivo viabilizar soluções para compatibilizar produção agropecuária com preservação ambiental, com ênfase no uso do componente arbóreo. Será dado enfoque especial às áreas de preservação permanente (APPs), reserva legal (RLs) e áreas de uso alternativo (AUAs). Para isso, cerca de 240 pesquisadores da Embrapa, instituições de pesquisa e universidades serão mobilizados durante nove anos para oferecer respostas à sociedade sobre a relação produção x preservação em todos os Biomas do país.

Mata Atlântica

O primeiro bioma a ser trabalhado pelos pesquisadores é a Mata Atlântica. Para isso, foram selecionadas áreas no município de Linhares/ES. Segundo Alexander Resende, pesquisador da Embrapa Agrobiologia (Seropédica/RJ) e coordenador dessa primeira reunião, na Mata Atlântica, “um dos objetivos do projeto é criar ambientes onde o agricultor possa perceber que a árvore na propriedade rural pode e deve ser considerada também como fonte de renda, e que a sua presença possibilita otimizar os recursos naturais da propriedade, podendo, em muitos casos, reduzir a necessidade de insumos externos”.
O Biomas tem aporte financeiro da Embrapa e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.
O evento acontece na Federação de Agricultura do Espírito Santo (Av. Nossa Senhora da Penha, 1495a).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email