Programa lançado pelo governo do Estado pode demandar até R$ 30 mi

O Amazonas quer atrair empresas agroindustriais e está disposto a investir inicialmente até R$ 30 milhões para garantir a abertura de fábricas voltadas para beneficiamento de produtos da agropecuária local. A afirmação é do titular da Sepror (Secretaria de Estado da Produção Rural), deputado Eron Bezerra. Hoje, a Sepror e a Ciama (Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas) vão fazer o lançamento oficial do ProAgro (Programa Estadual para Atração de Agroindústrias). Na ocasião, será feita a abertura dos editais para as empresas, cooperativas e associações interessadas em investir no setor.

“A intenção é agregar valor à produção, gerando emprego, renda e, principalmente, evitando o desperdício que é grande quando falamos em produto in natura. Imagine só a quantidade de peixe que deixaria de ir para o lixo se existisse aqui uma agroindústria que enlatasse o pescado, por exemplo”, destacou Bezerra.

A solenidade está marcada para as 15h e acontecerá na Faea (Federação da Agricultura do Estado do Amazonas), na rua José Paranaguá, Centro. O governador do Estado, Eduardo Braga, e o seu secretariado são presenças já confirmadas no evento. O lançamento do ProAgro faz parte da programação da 34 ª Expoagro (Exposição Agropecuária do Amazonas).

A princípio, o edital irá abranger cinco linhas prioritárias de agroindústria: de pescado, de frutas, de fécula, de biodiesel e de laticínios. “O Estado já havia feito tentativas anteriores neste sentido, mas nunca com regras tão claras, objetivas e transparentes como agora, nem com as vantagens que apresentamos”, disse Bezerra.

Entre as vantagens apresentadas pelo secretário está o compromisso do Estado em comprar dos interessados até 49% das ações do empreendimento. O governo se tornaria, assim, sócio minoritário da agroindústria, dando ao empresário, durante dez anos, a prioridade na recompra destas ações. Levando-se em conta que para investir nos outros 51% o interessado pode conseguir financiamento em vários bancos federais e na Agência de Fomento do Estado, o edital é só vantagem para o empresário. “É o melhor momento para investir”, avaliou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email