Programa “Renda Cidadã” completa um ano e ajuda a reduzir evasão escolar

A Prefeitura de Maués comemora, nesta sexta-feira, dia 22, um ano de funcionamento do Renda Cidadã, programa que se tornou o carro chefe da administração municipal, pelos resultados que vem conseguindo operar na população de baixa renda. Dentre eles, o combate à evasão escolar e o estímulo à qualificação profissional dos adultos, para que possam encontrar emprego mais fácil no mercado de trabalho. O número de crianças na escola subiu de 13.449, em 2007, para 14.668, em 2008. São 1.219 crianças a mais nas escolas da rede pública de Maués.
O prefeito do município, Miguel Paiva Belexo, explica que a base do Programa Renda Cidadã é a concessão de benefícios, mas a manutenção das três mil famílias cadastradas depende do cumprimento de metas em relação à educação, crescimento e saúde das crianças, além da qualificação profissional. O programa foi criado no ano passado segundo o prefeito, com a expectativa de atingir cinco mil famílias, em cinco anos. Mas, em apenas um ano, já alcançou um quinto dessa projeção, ampliando a meta a ser conquistada, que agora é de seis mil famílias.

Bolsa social

As famílias cadastradas recebem um ou mais benefícios que o Programa engloba. Alguns são mensais e outros são recebidos uma única vez. Os benefícios são: Bolsa Social, uma ajuda mensal de R$ 50, que chega hoje a 997 famílias com renda abaixo de R$ 95; títulos definitivos de posse de terra – já foram concedidos 1.200, nas zonas rural e urbana; rabetas para escoamento da produção – foram entregues 425; e fornos para fabricação de farinha – 70 unidades entregues, até o momento. Além disso, 422 famílias foram contempladas com a redução da tarifa de água, para o valor simbólico de R$ 5.
A comemoração de um ano do programa acontecerá nesta sexta-feira (22), no Ginásio Padre Leão Martinelli, no município, a partir das 16h, com a realização da 12ª Ação do Renda Cidadã. As ações são realizadas mensalmente, ocasião em que são concedidos os benefícios e as assistentes sociais da prefeitura aproveitam para reforçar, com as famílias, a importância de cumprirem as metas. No evento de sexta-feira, mais cem famílias serão incluídas na relação de beneficiados com o Bolsa Social. Serão entregues mais 103 rabetas, 26 fornos e cem títulos definitivos de terra. Estão sendo aguardadas para o evento, que terá até bolo de aniversário, mais de mil famílias do município.

Avaliação positiva

Na avaliação do prefeito Miguel Belexo, o programa tem alcançado resultados, porque não é assistencialista. “É um programa que ajuda a população carente a se reerguer e a lutar pelo seu espaço, resgatando a cidadania. É a inclusão social, com responsabilidade”, ressaltou.
O aposentado José Mendes, 64 anos, que recebeu uma rabeta, diz que ganhou uma nova perspectiva de vida. “Agora, posso ir trabalhar e procurar por alimentos do outro lado do rio”, comemorou.
Para Lucimar Rodrigues Moraes, 55 anos, também aposentada, o programa chegou em boa hora. “Recebi o título do terreno onde estou morando e uma bolsa mensal. Foi a única oportunidade que tive para possuir a casa própria. Agora, vou poder construir um banheiro na casa”, comentou. A conselheira tutelar Cilene Rolim de Matos, 55 anos, também ganhou título definitivo. “Comprei o terreno há sete anos, mas só em novembro de 2007 recebi o título da terra. Já consegui construir uma casa de alvenaria, no lugar da de madeira”, relatou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email