17 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Produção sobe 5,4% em outubro

A produção de petróleo no Brasil atingiu 2,105 milhões de barris por dia em outubro, segundo dados divulgados hoje pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

A produção de petróleo no Brasil atingiu 2,105 milhões de barris por dia em outubro, segundo dados divulgados hoje pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Essa é a terceira vez este ano que a produção nacional ultrapassa a marca de 2,1 milhões de barris. Segundo o órgão, houve um aumento de 5,4% na produção se comparada ao mesmo período do ano passado e de 0,3% frente a setembro.
O Boletim da Produção da ANP informa ainda que a produção de gás natural somou 66 milhões de m3 por dia (MMm3/d). O resultado representa um incremento de 2% na produção se comparado a outubro de 2010 e de 1,5% em relação ao mês anterior. De acordo com a ANP, o campo de Roncador foi o maior produtor de petróleo e o Rio Urucu o maior de gás natural.
Em outubro, 299 concessões, operadas por 26 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 74 são concessões marítimas e 225 são terrestres. Das 299 concessões, dez estão em atividades exploratórias e produziram por meio de Testes de Longa Duração (TLD), e outras nove são de campos licitados contendo acumulações marginais.
No pré-sal, o poço 9BRSA716RJS, do campo de Lula, segue como o de maior produção de petróleo, pela sexta vez seguida, com uma produção de 27,6 mil barris por dia (Mbbl/d). O campo terrestre de Carmópolis foi o de maior produção de petróleo, produziu 22,1 Mbbl/d através de 1.072 poços.
A produção do pré-sal foi de 134,6 Mbbl/d de petróleo e 4,1 MMm3/d de gás natural, totalizando 160,7 Mboe/d. O resultado corresponde a um aumento de 19% em relação a setembro
Dos 20 maiores campos produtores de petróleo, três são operados por empresas estrangeiras: Frade/Chevron (8º), Peregrino/Statoil (14º) e Ostra/Shell (16º). Os três campos terrestres com maior produção de petróleo e gás natural, em barris de óleo equivalente, foram Rio Urucu, Leste do Urucu e Carmópolis, respectivamente. De acordo com a ANP, 91,3% da produção de petróleo e gás natural são provenientes de campos operados pela Petrobras.
Em torno de 90,5% da produção de petróleo e 74% da produção de gás natural do Brasil foram extraídos de campos marítimos. Os campos terrestres Rio do Urucu e Leste do Urucu, ambos na Bacia de Solimões, ocuparam a primeira e segunda posições, respectivamente, na relação de maiores produtores de gás natural, e também figuram entre os 20 maiores produtores em barris de óleo equivalente (boe).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email