Produção primária florestal no país alcança R$ 10,9 bilhões,aponta IBGE

A produção primária florestal brasileira somou R$ 10,9 bilhões em 2006. Desse total, 66% (R$ 7,2 bilhões) foram oriundos da silvicultura (exploração de florestas plantadas) e 34%, do extrativismo vegetal (exploração de recursos ve­getais nativos).

A produção madeireira totalizou R$ 3,2 bilhões, e a extração vegetal não-madeireira ficou em apenas R$ 539,2 mi­lhões. Entre os itens incluídos na produção madeireira, estão o carvão vegetal, lenha, madeira em tora e nó-de-pinho.

A produção de lenha cresceu 0,5%, somando 81,2 mi­lhões de metros cúbicos. Esse total inclui a lenha da silvicultura (36,1 milhões de me­tros cúbicos) e a oriunda do extrativismo vegetal (45,1 mi­lhões de metros cúbicos). Já a produção nacional de madeira em tora totalizou 118,7 mi­lhões de metros cúbicos, dos quais 84,9% provenientes de florestas cultivadas e 15,1% coletadas em vegetações nativas.

A produção de carvão ve­getal somou 5,1 milhões de toneladas no ano passado, queda de 6,9% em comparação com o que fora verificado em 2005. Já a produção de carvão oriundo da silvicultura aumentou 3,3% em 2006, somando 2,6 milhões de toneladas. Já o carvão proveniente do extrativismo teve queda de 15,7% na produção.

A produção nacional de borracha cultivada somou 175.723 toneladas. Desse total, 2,2% são relativos ao segmento extrativista, que totalizou 3.942 toneladas (-13,5%). Os dados fazem parte da pesquisa da Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura, divulgada ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email